Design centrado no uso

Da Wikipédia, a enciclopédia livre
Ir para a navegação Saltar para pesquisar

O design centrado no uso é uma abordagem para o design de interface do usuário com foco nas intenções do usuário e nos padrões de uso. Ele analisa os usuários em termos dos papéis que eles desempenham em relação aos sistemas e emprega casos de uso abstratos (essenciais) [1] para análise de tarefas . Ele deriva o design visual e de interação de protótipos abstratos com base na compreensão das funções do usuário e dos casos de tarefa .

O design centrado no uso foi introduzido por Larry Constantine e Lucy Lockwood. A referência principal é o seu livro. [2]

Métodos de design centrados no uso [ editar ]

O design centrado no uso é amplamente baseado em modelos formais e abstratos, como modelos de interação entre funções de usuário, modelos de fluxo de trabalho UML e perfis de função e caso de tarefa . Os defensores do design centrado no uso defendem a modelagem abstrata, enquanto muitos designers usam personas , cenários e protótipos de alta fidelidade realistas . As técnicas foram aplicadas com particular sucesso em projetos de software complexos, alguns dos quais foram relatados em estudos de caso. [3]

Design centrado no uso e abordagem de design centrado na atividade [ editar ]

O design centrado no uso compartilha algumas ideias comuns com o design centrado na atividade . Preocupa-se mais com as atividades dos usuários, mas não com os usuários em si. Constantine (2006) apresenta um framework integrado onde os modelos de design centrado no uso são enriquecidos com conceitos da teoria da atividade .

Referências [ editar ]

Citações [ editar ]

  1. ^ Veja Constantine (1995) e Constantine e Lockwood (2001)
  2. ^ Constantine e Lockwood (1999); ver também Constantino (1996)
  3. ^ Veja, por exemplo, Windl (2002) e Strope (2003)

Bibliografia [ editar ]

  • Constantine L. Modelagem de Atividade: Rumo a uma Integração Pragmática da Teoria da Atividade com o Design Centrado no Uso, 2006
  • Constantine L., e Lockwood, L. "Estrutura e Estilo em Casos de Uso para Interfaces de Usuário." Em M. van Harmelan, Ed., Modelagem de Objetos e Design de Interface do Usuário. Boston: Addison-Wesley, 2001.
  • Constantine L. e Lockwood, L. Software para Uso: Um Guia Prático para os Modelos e Métodos Essenciais de Design Centrado no Uso. Reading, MA: Addison-Wesley, 1999. (tradução russa 2004, tradução chinesa 2004, tradução japonesa 2005.)
  • Constantine, L. “Engenharia de Software Centrada no Uso: Novos Modelos, Métodos e Métricas”. Em Purvis, M. (ed.) Engenharia de Software: Educação e Prática. Los Alamitos, CA: IEEE Computer Society Press, 1996.
  • Constantine, L. "Modelagem Essencial: Casos de Uso para Interfaces de Usuário." Interações ACM, 2 (2): 34-46, abril de 1995.
  • Strope, J. (2003) "Designing for Breakthroughs in User Performance." Em L. Constantine, ed., Performance by Design: Proceedings of forUSE 2003, a Segunda Conferência Internacional sobre Design Centrado no Uso. Rowley, MA: Ampersand Press.
  • Windl, H. (2002) “Projetando um Vencedor: Criando o STEP 7 lite com Design Centrado no Uso.” Em L. Constantine, ed., forUSE 2002: Proceedings of the First International Conference on Usage-Centered Design. Rowley, MA: Ampersand Press.

Leitura adicional [ editar ]

Perguntas frequentes sobre design centrado no uso