Steve Jobs

Page semi-protected
Da Wikipédia, a enciclopédia livre
Ir para navegação Pular para pesquisar

Steve Jobs
Steve Jobs Headshot 2010-CROP (cropped 2).jpg
Jobs apresentando o iPhone 4 em 2010
Nascermos
Steven Paul Jobs

(1955-02-24)24 de fevereiro de 1955
Faleceu5 de outubro de 2011 (2011-10-05)(56 anos)
Palo Alto , Califórnia, EUA
Causa da morteCâncer neuroendócrino
Lugar de descansoParque Memorial Alta Mesa
Ocupação
  • Empreendedor
  • designer industrial
  • investidor
  • proprietário de mídia
Anos ativos1976–2011
Conhecido por
Título
  • Cofundador, presidente e CEO da Apple Inc.
  • Cofundador, principal investidor e presidente da Pixar
  • Fundador, presidente e CEO da NeXT
Membro do conselho de
Esposo (s)
( M.  1991 )
Parceiro (s)Chrisann Brennan (1972–1977)
Crianças4, incluindo Lisa Brennan-Jobs
ParentesMona Simpson (irmã)
Assinatura
Steve Jobs signature.svg

Steven Paul Jobs ( / ɒ b z / ; 24 de fevereiro de 1955 - 5 de outubro de 2011) foi um magnata americano dos negócios , designer industrial , investidor e proprietário de mídia . Ele foi o presidente do conselho, diretor executivo (CEO) e cofundador da Apple Inc .; o presidente e acionista majoritário da Pixar ; membro do conselho de diretores da The Walt Disney Company após a aquisição da Pixar; e o fundador, presidente e CEO da NeXT . Jobs é amplamente reconhecido como o pioneiro da revolução do computador pessoaldas décadas de 1970 e 1980, junto com seu primeiro parceiro de negócios e co-fundador da Apple, Steve Wozniak .

Jobs nasceu em San Francisco , Califórnia , e foi enviado para adoção. Ele foi criado na área da baía de São Francisco . Ele frequentou o Reed College em 1972 antes de abandonar o estudo no mesmo ano e viajou pela Índia em 1974 em busca da iluminação e do estudo do Zen Budismo .

Jobs e Wozniak fundaram a Apple em 1976 para vender o computador pessoal Apple I de Wozniak . Juntos, a dupla ganhou fama e riqueza um ano depois com o Apple II , um dos primeiros microcomputadores produzidos em massa de grande sucesso . Jobs viu o potencial comercial do Xerox Alto em 1979, que era acionado pelo mouse e tinha uma interface gráfica do usuário (GUI). Isso levou ao desenvolvimento do malsucedido Apple Lisa em 1983, seguido pelo revolucionário Macintosh em 1984, o primeiro computador produzido em massa com uma GUI. O Macintosh introduziu a indústria de editoração eletrônica em 1985 com a adição do AppleLaserWriter , a primeira impressora a laser a apresentar gráficos vetoriais . Jobs foi forçado a deixar a Apple em 1985, após uma longa luta pelo poder com o conselho da empresa e seu então CEO John Sculley . Naquele mesmo ano, Jobs levou alguns membros da Apple consigo para fundar a NeXT , uma empresa de desenvolvimento de plataforma de computador especializada em computadores para o ensino superior e os mercados de negócios. Além disso, ele ajudou a desenvolver a efeitos visuais da indústria quando ele financiou a divisão de computação gráfica de George Lucas 's Lucasfilm em 1986. A nova empresa foi Pixar , que produziu o primeiro 3DO longa-metragem de animação por computador Toy Story (1995) e se tornou um grande estúdio de animação , produzindo mais de 20 filmes desde então.

Jobs se tornou CEO da Apple em 1997, após a aquisição da NeXT por sua empresa. Ele foi o grande responsável por ajudar a reviver a Apple, que estava à beira da falência. Ele trabalhou em estreita colaboração com o designer Jony Ive para desenvolver uma linha de produtos com ramificações culturais maiores, começando em 1997 com a campanha publicitária " Pense diferente " e levando ao iMac , iTunes , iTunes Store , Apple Store , iPod , iPhone , App Store e o iPad . Em 2001, o Mac OS original foi substituído por um Mac OS X completamente novo (agora conhecido como macOS), baseado na plataforma NeXTSTEP da NeXT , dando ao sistema operacional uma base Unix moderna pela primeira vez. Jobs foi diagnosticado com um tumor neuroendócrino pancreático em 2003. Ele morreu de parada respiratória relacionada ao tumor aos 56 anos em 5 de outubro de 2011.

Fundo

Famílias biológicas e adotivas

Steven Paul Jobs nasceu em 24 de fevereiro de 1955, filho de Abdulfattah Jandali e Joanne Schieble, e foi adotado por Paul e Clara Jobs (nascida Hagopian). [2]

Seu pai biológico, Abdulfattah 'John' al-Jandali ( árabe : عبد الفتاح الجندلي ), cresceu em Homs , na Síria , e nasceu em uma família árabe muçulmana . [3] Enquanto era estudante de graduação na Universidade Americana de Beirute, no Líbano , ele era um ativista estudantil e passou um tempo na prisão por suas atividades políticas. [3] Ele fez doutorado na Universidade de Wisconsin , onde conheceu Joanne Carole Schieble, uma católica de ascendência suíça e alemã . [3] [4]Como candidato ao doutorado, Jandali era assistente de ensino de um curso que Schieble estava fazendo, embora ambos tivessem a mesma idade. [5] Mona Simpson , irmã biológica de Jobs, observa que seus avós maternos não ficaram felizes com o fato de sua filha estar namorando um muçulmano . [6] Walter Isaacson , autor da biografia de Steve Jobs , afirma ainda que o pai de Schieble "ameaçou cortar Joanne completamente" se ela continuasse o relacionamento. [4]

O pai adotivo de Jobs, Paul Reinhold Jobs, [7] era um mecânico da Guarda Costeira. Depois de deixar a Guarda Costeira, Paul Jobs se casou com Clara Hagopian em 1946. [8] Suas tentativas de formar uma família foram interrompidas depois que Clara teve uma gravidez ectópica , levando-os a considerar a adoção em 1955. [9] [8] [7] Clara Os pais de Hagopian eram sobreviventes do genocídio armênio . [10]

Aniversário

"De todas as invenções humanas, o computador estará próximo ou no topo conforme a história se desenrola e nós olhamos para trás. É a ferramenta mais incrível que já inventamos. Sinto-me incrivelmente sortudo por estar exatamente no lugar certo no Vale do Silício , exatamente no momento certo, historicamente , onde essa invenção tomou forma. "

—Steve Jobs, 1995. Do documentário, Steve Jobs: The Lost Interview . [11]

Schieble ficou grávida de Jobs em 1954, quando ela e Jandali passaram o verão com a família dele em Homs , na Síria. De acordo com Jandali, Schieble deliberadamente não o envolveu no processo: "sem me dizer, Joanne se mudou para São Francisco para ter o bebê sem ninguém saber, inclusive eu". [12]

Schieble deu à luz Jobs em 24 de fevereiro de 1955, em San Francisco, e escolheu para ele um casal adotivo que era "católico, bem-educado e rico", [13] [14] mas o casal mudou de ideia mais tarde. [13] Jobs foi então colocado com Paul e Clara Jobs, nenhum dos quais tinha educação universitária, e Schieble se recusou a assinar os papéis de adoção. [15] Ela então levou o caso ao tribunal na tentativa de colocar seu bebê em uma família diferente, [13] e só consentiu em liberar o bebê para Paul e Clara depois que o casal se comprometeu a pagar a faculdade do menino. [16] O primo de Steve, Bassma Al Jandaly , afirma que seu nome de nascimento era Abdul Lateef Jandali.[17]

Quando Steve Jobs estava no colégio, Clara admitiu para sua namorada, Chrisann Brennan , que ela "estava com muito medo de amar [Steve] nos primeiros seis meses de sua vida ... Eu estava com medo de que eles o afastassem de Mesmo depois de termos vencido o caso, Steve era uma criança tão difícil que, quando tinha dois anos, senti que havíamos cometido um erro. Queria devolvê-lo. " [13] Quando Chrisann compartilhou este comentário com Steve, ele afirmou que já sabia, [13] e mais tarde diria que era profundamente amado e indulgente por Paul e Clara. [18] [ página necessária ] Muitos anos depois, a esposa de Steve Jobs, Laurene, também observou que "ele sentiu que foi realmente abençoado por ter os dois como pais". [18][ página necessária ] Jobs ficava chateado quando Paul e Clara eram chamados de seus "pais adotivos"; ele os considerava seus pais "1.000%". Com relação aos pais biológicos, Jobs se referia a eles como "meu banco de esperma e óvulos. Isso não é difícil, é apenas o jeito que era, uma coisa de banco de esperma, nada mais." [7]

Infância

"Sempre me considerei uma pessoa das humanidades quando criança, mas gostava de eletrônica ... então li algo que um dos meus heróis, Edwin Land of Polaroid , disse sobre a importância de pessoas que poderiam estar na interseção das humanidades e das ciências e decidi que era isso que eu queria fazer. "

De Steve Jobs [19]

Paul trabalhou em vários empregos que incluíam uma tentativa como maquinista, [20] vários outros empregos [21] e depois "voltou a trabalhar como maquinista".

Paul e Clara adotaram a irmã de Jobs, Patricia em 1957 [22] e em 1959 a família mudou-se para o bairro de Monta Loma em Mountain View, Califórnia . [23] Foi nessa época que Paul construiu uma bancada de trabalho em sua garagem para seu filho, a fim de "transmitir seu amor pela mecânica". [24] Jobs, por sua vez, admirava artesanato de seu pai ", porque ele sabia como construir qualquer coisa. Se precisávamos de um gabinete, ele iria construí-lo. Quando ele construiu o nosso muro, ele me deu um martelo para que eu pudesse trabalhar com ele .. . Eu não gostava muito de consertar carros ... mas estava ansioso para sair com meu pai. " [24]Aos dez anos, Jobs estava profundamente envolvido com a eletrônica e fez amizade com muitos dos engenheiros que moravam na vizinhança. [25] [ página necessária ] Ele tinha dificuldade em fazer amizade com crianças de sua idade, no entanto, e era visto por seus colegas como um "solitário". [25] [ página necessária ]

Home of Paul and Clara Jobs, on Crist Drive in Los Altos, California.
Casa da família da infância de Steve Jobs na Crist Drive em Los Altos, Califórnia, que serviu como o site original da Apple Computer . A casa foi adicionada a uma lista de locais históricos de Los Altos em 2013. [26]

Jobs tinha dificuldade para funcionar em uma sala de aula tradicional, tendia a resistir a figuras de autoridade, frequentemente se portava mal e era suspenso algumas vezes. [25] [ página necessária ] Clara o ensinou a ler quando era criança, e Jobs afirmou que ele ficava "muito entediado na escola e [tinha] ficado um pouco aterrorizado ... você deveria ter nos visto na terceira série, basicamente destruímos o professor. " [25] [ página necessária ] Ele freqüentemente pregava peças em outras pessoas na Monta Loma Elementary School, em Mountain View. [27] Seu pai, Paul (que sofreu abusos quando criança), nunca o repreendeu, porém, ao invés disso, culpou a escola por não desafiar seu filho brilhante. [27]

Mais tarde, Jobs iria creditar sua professora da quarta série, Imogene "Teddy" Hill, por transformá-lo: "Ela dava aulas em uma classe avançada da quarta série e levou cerca de um mês para entender minha situação. Ela me subornou para aprender. diga: 'Eu realmente quero que você termine este livro. Dou-lhe cinco dólares se você terminar.' Isso realmente despertou em mim uma paixão por aprender coisas! Aprendi mais naquele ano do que acho que aprendi em qualquer outro ano na escola. Eles queriam que eu pulasse os próximos dois anos na escola primária e fosse direto para o ensino fundamental para aprender um estrangeiro linguagem, mas meus pais muito sabiamente não deixariam isso acontecer. "[25] [ página necessária ] Jobs pulou a 5ª série e foi transferido para a 6ª série na Crittenden Middle School em Mountain View [25][ página necessária ] onde ele se tornou um "solitário socialmente desajeitado". [28] Jobs era frequentemente "intimidado" no Crittenden Middle, e no meio da 7ª série, ele deu um ultimato a seus pais: eles tinham que tirá-lo de Crittenden ou ele abandonaria a escola. [29]

Embora a família Jobs não fosse abastada, eles usaram todas as suas economias em 1967 para comprar uma nova casa, permitindo que Jobs mudasse de escola. [25] [ página necessário ] A nova casa (a casa de três quartos em Crist Drive, em Los Altos, Califórnia ) foi no melhor Distrito Escolar Cupertino , Cupertino, Califórnia , [30] e foi incorporado em um ambiente que foi ainda mais densamente povoado com famílias de engenheiros do que a área de Mountain View. [25] [ página necessária ] A casa foi declarada local histórico em 2013, pois foi o primeiro local para a Apple Computer; [26]em 2013, era propriedade da irmã de Jobs, Patty, e ocupada por sua madrasta, Marilyn. [31]

Quando ele tinha 13 anos em 1968, Jobs conseguiu um emprego de verão para Bill Hewlett (da Hewlett-Packard ) depois que Jobs o ligou para pedir peças para um projeto de eletrônicos. [25] [ página necessária ]

Homestead High

Foto do anuário da Homestead High School de Jobs em 1972

A localização da casa em Los Altos significava que Jobs poderia estudar nas proximidades da Homestead High School , que tinha fortes laços com o Vale do Silício . [19] Ele começou seu primeiro ano lá no final de 1968, junto com Bill Fernandez. [25] [ página necessária ] (Fernandez apresentou Jobs a Steve Wozniak, e mais tarde seria o primeiro funcionário da Apple.) Nem Jobs nem Fernandez (cujo pai era advogado) vieram de famílias de engenheiros e, portanto, decidiram se inscrever no programa "Eletrônica 1 de John McCollum . " [25] [ página necessária ]McCollum e o rebelde Jobs (que deixara o cabelo crescer e se envolvera na crescente contracultura) acabariam entrando em conflito e Jobs começou a perder o interesse pela classe. [25] [ página necessária ]

Ele passou por uma mudança em meados de 1970: "Fiquei chapado pela primeira vez; descobri Shakespeare, Dylan Thomas e todas aquelas coisas clássicas. Eu li Moby Dick e voltei como um júnior tendo aulas de redação criativa." [25] [ página necessária ] Jobs também comentou mais tarde com seu biógrafo oficial que "Comecei a ouvir música muito e comecei a ler mais além de ciência e tecnologia - Shakespeare , Platão . Eu amei Rei Lear .. . quando eu estava no último ano, tive uma aula fenomenal de inglês avançado . O professor era um cara que parecia Ernest Hemingway. Ele levou alguns de nós para andar na neve em Yosemite. " [32] Durante seus últimos dois anos na Homestead High, Jobs desenvolveu dois interesses diferentes: eletrônica e literatura. [32] Esses interesses duplos foram refletidos principalmente durante o último ano de Jobs como seus melhores amigos foram Wozniak e sua primeira namorada, a artística Homestead júnior Chrisann Brennan . [ carece de fontes? ]

Em 1971, depois que Wozniak começou a frequentar a Universidade da Califórnia, em Berkeley , Jobs o visitava lá algumas vezes por semana. Essa experiência o levou a estudar na vizinha Universidade de Stanfordsindicato dos estudantes. Jobs também decidiu que, em vez de entrar para o clube de eletrônicos, faria shows de luzes com um amigo no programa de jazz de vanguarda de Homestead. Ele foi descrito por um colega de Homestead como "uma espécie de cérebro e um tipo de hippie ... mas ele nunca se encaixou em nenhum dos grupos. Ele era inteligente o suficiente para ser um nerd, mas não era nerd. E ele era intelectual demais para os hippies, que queriam ficar desperdiçados o tempo todo. Ele era um tipo de estranho. No colégio, tudo girava em torno do grupo em que você pertencia, e se você não estivesse em um grupo cuidadosamente definido, você não era ninguém. Ele era um indivíduo, em um mundo onde a individualidade era suspeita. " Em seu último ano no final de 1971, ele estava tendo aulas de inglês para calouros em Stanford e trabalhando em um projeto de filme underground de Homestead com Chrisann Brennan.[25] [página necessária ]

Naquela época, Wozniak projetou uma " caixa azul " digital de baixo custo para gerar os tons necessários à manipulação da rede telefônica, permitindo ligações gratuitas de longa distância. Jobs decidiu então vendê-los e dividir o lucro com Wozniak. As vendas clandestinas de caixas azuis ilegais correram bem e talvez tenha plantado a semente na mente de Jobs de que os eletrônicos podem ser divertidos e lucrativos. [33] Jobs, em uma entrevista de 1994, lembrou que levou seis meses para ele e Wozniak descobrirem como construir as caixas azuis. [34] Jobs mais tarde refletiu que se não fosse pelas caixas azuis de Wozniak, "não haveria um Apple". [35] Ele afirma que isso lhes mostrou que podiam enfrentar grandes empresas e vencê-las.[36] [37]

No último ano do ensino médio, Jobs começou a usar LSD . [38] Mais tarde, ele lembrou que em uma ocasião ele consumiu-lo em um campo de trigo fora Sunnyvale, e experimentado "o sentimento maravilhoso parte da minha vida até aquele ponto". [39] Em meados de 1972, após a formatura e antes de irem para o Reed College , Jobs e Brennan alugaram uma casa de seu outro colega de quarto, Al. [40]

Reed College

"Eu estava interessado no misticismo oriental que atingiu o litoral naquela época. Em Reed, havia um fluxo constante de pessoas passando - de Timothy Leary e Richard Alpert a Gary Snyder . Havia um fluxo constante de questionamentos intelectuais sobre a verdade da vida . Essa foi a época em que todo estudante universitário no país lia Esteja Aqui Agora e Faça Dieta para um Planeta Pequeno . "

—Steve Jobs [25] [ página necessária ]

Em setembro de 1972, Jobs matriculou-se no Reed College em Portland, Oregon . [41] Ele insistiu em se inscrever apenas para Reed, embora fosse uma escola cara que Paul e Clara mal podiam pagar. [42] Jobs logo fez amizade com Robert Friedland , [43] que era o presidente do corpo estudantil de Reed na época. [25] [ página necessária ] Brennan continuou envolvido com Jobs enquanto ele estava na Reed. Mais tarde, ele pediu que ela fosse morar com ele em uma casa que ele alugou perto do campus Reed, mas ela recusou.

Depois de apenas um semestre, Jobs largou o Reed College sem contar aos pais. [44] Jobs explicou mais tarde que decidiu desistir porque não queria gastar o dinheiro de seus pais em uma educação que parecia sem sentido para ele. [45] Ele continuou frequentando suas aulas, [45] que incluíam um curso de caligrafia ministrado por Robert Palladino . Em um discurso de formatura em 2005 na Universidade de Stanford , Jobs afirmou que durante esse período, ele dormia no chão em quartos de amigos, devolvia garrafas de Coca para o dinheiro da comida e recebia refeições semanais gratuitas no Hare Krishna local.têmpora. Nesse mesmo discurso, Jobs disse: "Se eu nunca tivesse entrado naquele curso de caligrafia na faculdade, o Mac nunca teria vários tipos de fontes ou fontes com espaçamento proporcional." [46]

1972-1985

Tive a sorte de entrar na área de computadores quando era uma indústria muito jovem e idealista. Não havia muitos diplomas oferecidos em ciência da computação, então as pessoas que trabalhavam com computadores eram pessoas brilhantes em matemática, física, música, zoologia, o que quer que fosse. Eles adoraram, e ninguém estava realmente empenhado em ganhar dinheiro [...] Tem gente por aqui que abre empresas só para ganhar dinheiro, mas as grandes empresas, bem, não é disso que se trata. "

—Steve Jobs [47]

Pre-Apple

Em fevereiro de 1974, Jobs voltou para a casa dos pais em Los Altos e começou a procurar emprego. [48] Ele logo foi contratado pela Atari, Inc. em Los Gatos, Califórnia , que lhe deu um emprego como técnico . [48] [49] Em 1973, Steve Wozniak projetou sua própria versão do clássico videogame Pong e deu a placa para Jobs. De acordo com Wozniak, a Atari só contratou Jobs porque ele levou o conselho para a empresa, e eles pensaram que ele próprio o havia construído. [50] Co-fundador da Atari, Nolan Bushnellmais tarde o descreveu como "difícil, mas valioso", apontando que "muitas vezes ele era o cara mais inteligente da sala e ele deixava as pessoas saberem disso." [51]

Durante esse período, Jobs e Brennan permaneceram envolvidos enquanto continuavam a se encontrar com outras pessoas. No início de 1974, Jobs estava vivendo o que Brennan descreve como uma "vida simples" em uma cabana de Los Gatos , trabalhando na Atari e economizando dinheiro para sua viagem iminente à Índia . [ citação necessária ]

Jobs viajou para a Índia em meados de 1974 [52] para visitar Neem Karoli Baba [53] em seu ashram Kainchi com seu amigo Reed (e eventual funcionário da Apple) Daniel Kottke , em busca de iluminação espiritual . Quando chegaram ao ashram de Neem Karoli, ele estava quase deserto porque Neem Karoli Baba havia morrido em setembro de 1973. [49] Em seguida, eles fizeram uma longa caminhada por um leito de rio seco até um ashram de Haidakhan Babaji . [49]

Após sete meses, Jobs deixou a Índia [54] e voltou aos Estados Unidos antes de Daniel Kottke. [49] Jobs mudou sua aparência; sua cabeça foi raspada e ele usava roupas tradicionais indianas. [55] [56] Durante este tempo, Jobs experimentou com psicodélicos , mais tarde chamando suas experiências de LSD "uma das duas ou três coisas mais importantes [que ele] fez em [sua] vida". [57] [58] Ele passou um período na All One Farm, uma comuna em Oregon que era propriedade de Robert Friedland . Brennan juntou-se a ele por um período. [ citação necessária ]

Durante esse período, Jobs e Brennan se tornaram praticantes do Zen Budismo por meio do mestre Zen Kōbun Chino Otogawa . Jobs estava morando no galpão de ferramentas do quintal de seus pais, que ele havia convertido em um quarto. [ carece de fontes? ] Jobs participou de longos retiros de meditação no Tassajara Zen Mountain Center , o mais antigo mosteiro Sōtō Zen dos Estados Unidos. [59] Ele considerou fixar residência monástica em Eihei-ji no Japão , e manteve uma apreciação pelo Zen por toda a vida. [60]

Em meados de 1975, depois de voltar para Atari, Jobs foi designado para criar uma placa de circuito para a arcada jogo de vídeo Breakout . [61] De acordo com Bushnell, a Atari ofereceu US $ 100 para cada chip TTL eliminado na máquina. Jobs tinha pouco conhecimento especializado em design de placas de circuito e fez um acordo com Wozniak para dividir a taxa igualmente entre eles se Wozniak pudesse minimizar o número de chips. Para grande surpresa dos engenheiros da Atari, Wozniak reduziu a contagem TTL para 46, um projeto tão justo que era impossível reproduzi-lo em uma linha de montagem. [62]De acordo com Wozniak, Jobs disse a ele que a Atari deu a eles apenas $ 700 (em vez dos $ 5.000 pagos) e que a parte de Wozniak era, portanto, de $ 350. [63] Wozniak não soube do bônus real até dez anos depois, mas disse que se Jobs tivesse contado a ele e explicado que precisava do dinheiro, Wozniak o teria dado a ele. [64]

Jobs e Wozniak compareceram a reuniões do Homebrew Computer Club em 1975, que foi um trampolim para o desenvolvimento e comercialização do primeiro computador Apple. [14]

Apple (1976–1985)

"Basicamente, Steve Wozniak e eu inventamos o Apple porque queríamos um computador pessoal. Além de não podermos pagar pelos computadores que existiam no mercado, esses computadores eram impraticáveis ​​para usarmos. Precisávamos de um Volkswagen . O Volkswagen não tão rápido ou confortável quanto outras formas de viajar, mas os proprietários de VW podem ir onde quiserem, quando quiserem e com quem quiserem. Os proprietários de VW têm controle pessoal de seu carro. "

—Steve Jobs [25] [ página necessária ]

Em março de 1976, Wozniak concluiu o projeto básico do computador Apple I e o mostrou a Jobs, que sugeriu que eles o vendessem; Wozniak a princípio ficou cético em relação à ideia, mas depois concordou. [65] Em abril do mesmo ano, Jobs, Wozniak e o supervisor administrativo Ronald Wayne fundaram a Apple Computer Company (agora chamada Apple Inc. ) como uma sociedade de negócios na casa dos pais de Jobs em Crist Drive em 1º de abril de 1976. [66] A operação começou originalmente no quarto de Jobs e depois foi para a garagem. [66] [67] Wayne permaneceu por pouco tempo, deixando Jobs e Wozniak como os principais cofundadores ativos da empresa. [68]Os dois decidiram pelo nome "Apple" depois que Jobs voltou da comuna All One Farm em Oregon e contou a Wozniak sobre o tempo que passou no pomar de maçãs da fazenda . [69] Jobs planejou originalmente produzir placas de circuito impresso simples do Apple I e vendê-las a aficionados por computador por US $ 50 cada. [70] [71] Para levantar o dinheiro de que precisavam para construir o primeiro lote de placas de circuito, Wozniak vendeu sua calculadora científica HP e Jobs vendeu sua van Volkswagen . [70] [71] Mais tarde naquele ano, o varejista de computadores Paul Terrell comprou 50 unidades totalmente montadas do Apple I por $ 500 cada. [72][73] Eventualmente, cerca de 200 computadores Apple I foram produzidos no total. [74]

Imagem externa
image icon Jobs e Steve Wozniak com uma placa de circuito Apple I, c. 1976.

Um vizinho na Crist Drive lembrou-se de Jobs como um indivíduo estranho que cumprimentava seus clientes "com a cueca para fora, descalço e como um hippie". [31] Outro vizinho, Larry Waterland, que acabara de obter seu PhD em engenharia química em Stanford, lembrou-se de ter dispensado o negócio de Jobs: "'Você perfurou cartões, colocou-os em um grande baralho', disse ele sobre as máquinas de mainframe da época . "Steve me levou para a garagem. Ele tinha uma placa de circuito com um chip, um aparelho de TV DuMont, um toca-fitas Panasonic e um teclado. Ele disse: 'Este é um computador Apple.' Eu disse: 'Você só pode estar brincando'. Rejeitei toda a ideia. '" [31] Amigo de Jobs do Reed College e da Índia, Daniel Kottke, lembrou que, como um dos primeiros funcionários da Apple, ele "era a única pessoa que trabalhava na garagem ... Woz aparecia uma vez por semana com seu código mais recente. Steve Jobs não sujava as mãos nesse sentido." Kottke também afirmou que grande parte do trabalho inicial ocorreu na cozinha de Jobs, onde ele passou horas ao telefone tentando encontrar investidores para a empresa. [31]

Eles receberam financiamento de um engenheiro e gerente de marketing de produto da Intel na época, semiaposentado, Mike Markkula . [75] Scott McNealy , um dos fundadores da Sun Microsystems , disse que Jobs quebrou o " teto da era do vidro " no Vale do Silício porque ele criou uma empresa de muito sucesso ainda jovem. [37] Markkula chamou a atenção de Arthur Rock para a Apple, que depois de olhar para o estande lotado da Apple no Home Brew Computer Show, começou com um investimento de $ 60.000 e foi para o conselho da Apple. [76] Jobs não ficou satisfeito quando Markkula recrutou Mike Scott da National Semiconductorem fevereiro de 1977 para servir como o primeiro presidente e CEO da Apple. [77] [78]

"Pois o que caracteriza a Apple é que sua equipe científica sempre agiu e atuou como artistas - em um campo repleto de personalidades áridas, limitadas pelos mundos racionais e binários que habitam, as equipes de engenharia da Apple eram apaixonadas. Eles sempre acreditaram que o que estavam fazendo era importante e, acima de tudo, divertido. Trabalhar na Apple nunca foi apenas um emprego; foi também uma cruzada, uma missão, para levar mais poder do computador às pessoas. Nas raízes, essa atitude veio de Steve Jobs. Era " Poder para o Gente ", o slogan dos anos sessenta, reescrito em tecnologia para os anos oitenta e denominado Macintosh ."

—Jeffrey S. Young, 1987. Do livro Steve Jobs: The Journey is the Reward (publicado em 1988). [25] [ página necessária ]

Depois que Brennan voltou de sua própria jornada para a Índia, ela e Jobs se apaixonaram novamente, quando Brennan notou mudanças nele que ela atribuiu a Kobun (a quem ela ainda estava seguindo). Foi também nessa época que Jobs exibiu um protótipo de computador Apple I para Brennan e seus pais na sala de estar. Brennan nota uma mudança neste período de tempo, em que as duas principais influências em Jobs foram a Apple Inc. e a Kobun . No início de 1977, ela e Jobs passariam um tempo juntos em sua casa no Duveneck Ranch em Los Altos , que servia como albergue e centro de educação ambiental.

Em abril de 1977, Jobs e Wozniak apresentaram o Apple II na West Coast Computer Faire . [79] É o primeiro produto de consumo a ser vendido pela Apple Computer. Projetado principalmente por Wozniak, Jobs supervisionou o desenvolvimento de sua caixa incomum e Rod Holt desenvolveu a fonte de alimentação exclusiva. [80] Durante o estágio de design, Jobs argumentou que o Apple II deveria ter dois slots de expansão , enquanto Wozniak queria oito. Depois de uma discussão acalorada, Wozniak ameaçou que Jobs "fosse comprar outro computador". Mais tarde, eles decidiram ir com oito slots. [81] O Apple II se tornou um dos primeiros produtos de microcomputador produzidos em massa de grande sucesso no mundo.[82]

À medida que Jobs se tornava mais bem-sucedido com sua nova empresa, seu relacionamento com Brennan ficava mais complexo. Em 1977, o sucesso da Apple agora fazia parte de seu relacionamento, e Brennan, Daniel Kottke e Jobs se mudaram para uma casa perto do escritório da Apple em Cupertino . [ carece de fontes? ] Brennan eventualmente assumiu um cargo no departamento de remessas da Apple. [83] O relacionamento de Brennan com Jobs se deteriorou conforme sua posição na Apple crescia, e ela começou a considerar terminar o relacionamento. Em outubro de 1977, Brennan foi abordada por Rod Holt , que a pediu para fazer "um estágio remunerado de desenho de plantas para as maçãs". [ citação necessária ]Tanto Holt quanto Jobs acreditavam que seria uma boa posição para ela, dadas suas habilidades artísticas. Holt estava particularmente ansioso para que ela assumisse a posição e intrigado com sua ambivalência em relação a ela. A decisão de Brennan, no entanto, foi ofuscada pelo fato de ela perceber que estava grávida e que Jobs era o pai. Demorou alguns dias para contar a Jobs, cujo rosto, segundo Brennan, "ficou feio" com a notícia. Ao mesmo tempo, de acordo com Brennan, no início do terceiro trimestre, Jobs disse a ela: "Eu nunca quis pedir para você fazer um aborto. Eu simplesmente não queria fazer isso." [ Carece de fontes? ] Ele também se recusou a discutir a gravidez com ela. [84]Brennan recusou o estágio e decidiu deixar a Apple. Ela afirmou que Jobs disse a ela "Se você entregar este bebê para adoção, vai se arrepender" e "Eu nunca vou ajudá-la". [ carece de fontes? ] De acordo com Brennan, Jobs "começou a semear as pessoas com a noção de que eu dormia com alguém e ele era infértil, o que significava que este não poderia ser seu filho." Algumas semanas antes do parto, Brennan foi convidada a fazer o parto de seu bebê na All One Farm. Ela aceitou a oferta. [ carece de fontes? ] Quando Jobs tinha 23 (a mesma idade de seus pais biológicos quando o tiveram) [84] Brennan deu à luz seu bebê, Lisa Brennan , em 17 de maio de 1978. [85]Jobs foi lá para o parto depois de ser contatado por Robert Friedland , seu amigo em comum e proprietário da fazenda. Embora distante, Jobs trabalhou com ela em um nome para o bebê, que discutiram enquanto estavam sentados no campo em um cobertor. Brennan sugeriu o nome "Lisa", do qual Jobs também gostou, e observou que Jobs era muito apegado ao nome "Lisa", embora "também negasse publicamente a paternidade". Ela descobriria mais tarde que, durante esse tempo, Jobs estava se preparando para revelar um novo tipo de computador ao qual queria dar um nome feminino (sua primeira escolha foi "Claire", em homenagem a Santa Clara) Ela também afirmou que nunca lhe deu permissão para usar o nome do bebê para um computador e ele escondeu os planos dela. Jobs também trabalhou com sua equipe para criar a frase "Arquitetura de software integrada local" como uma explicação alternativa para o Apple Lisa . [86] Décadas mais tarde, no entanto, Jobs admitiu a seu biógrafo Walter Isaacson que "obviamente, foi nomeado em homenagem a minha filha". [87]

Quando Jobs negou a paternidade, um teste de DNA o estabeleceu como o pai de Lisa. [ esclarecimento necessário ] Ele exigia que ele desse a Brennan $ 385 por mês, além de devolver o dinheiro do bem-estar que ela havia recebido. Jobs deu a ela US $ 500 por mês na época em que a Apple abriu o capital e Jobs se tornou milionário. Mais tarde, Brennan concordou em dar uma entrevista com Michael Moritz para Tempo revista para a sua Pessoa época do ano especial, lançado em 03 de janeiro de 1983, no qual ela falou sobre sua relação com Jobs. Em vez de nomear Jobs como a Pessoa do Ano, a revista nomeou o computador [ esclarecimentos necessários ] como a "Máquina do Ano". [88]Na edição, Jobs questionou a confiabilidade do teste de paternidade (que afirmava que a "probabilidade de paternidade para Jobs, Steven ... é de 94,1%"). [89] Jobs respondeu argumentando que "28% da população masculina dos Estados Unidos poderia ser o pai". [89] A Time também observou que "a menina e a máquina na qual a Apple colocou tantas esperanças para o futuro compartilham o mesmo nome: Lisa". [89]

Jobs valia mais de US $ 1 milhão em 1978, quando tinha apenas 23 anos. Seu patrimônio líquido cresceu para mais de US $ 250 milhões quando ele tinha 25 anos, segundo estimativas. [90] Ele também foi uma das "pessoas mais jovens a fazer parte da lista da Forbes das pessoas mais ricas da nação - e uma das poucas pessoas que fizeram isso sozinhas, sem herança herdada". [25] [ página necessária ]

Em 1982, Jobs comprou um apartamento nos dois últimos andares do The San Remo , um prédio de Manhattan com reputação politicamente progressista. Embora nunca tenha morado lá, [91] ele passou anos reformando-o com a ajuda de IM Pei . Em 2003, ele vendeu para o cantor do U2 Bono .

Em 1983, Jobs atraiu John Sculley da Pepsi-Cola para servir como CEO da Apple, perguntando: "Você quer passar o resto da sua vida vendendo água com açúcar ou quer uma chance de mudar o mundo?" [92]

Em 1984, Jobs comprou a Jackling House e a propriedade, onde residiu por uma década. Depois disso, ele alugou por vários anos até 2000, quando parou de cuidar da casa, permitindo que a exposição ao tempo a degradasse. Em 2004, Jobs recebeu permissão da cidade de Woodside para demolir a casa a fim de construir uma menor de estilo contemporâneo. Depois de alguns anos no tribunal, a casa foi finalmente demolida em 2011, alguns meses antes de ele morrer. [93]

Mac prototype
Jobs with Mac
Da esquerda para a direita: Protótipo do Macintosh original de c. 1981 (no Computer History Museum ); Jobs com o Apple Macintosh, janeiro de 1984

Jobs começou a dirigir o desenvolvimento do Macintosh em 1981, quando assumiu o projeto do primeiro funcionário da Apple, Jef Raskin , que concebeu o computador (Wozniak estava de licença nessa época devido a um acidente de avião no início daquele ano [94] ). [95] [96] Em 22 de janeiro de 1984, a Apple exibiu um comercial de televisão do Super Bowl intitulado " 1984 ", que terminava com as palavras: "Em 24 de janeiro, a Apple Computer apresentará o Macintosh. E você verá por que 1984 ganhou ' t seja como 1984. " [97] Em 24 de janeiro de 1984, um emocionado Jobs apresentou o Macintosh a um público extremamente entusiasmado na reunião anual de acionistas da Apple realizada emFlint Auditorium ; [98] [99] O engenheiro do Macintosh, Andy Hertzfeld, descreveu a cena como um "pandemônio". [100] O Macintosh foi baseado no The Lisa (e na interface gráfica do usuário orientada por mouse do Xerox PARC ), [101] [102] e foi amplamente aclamado pela mídia com fortes vendas iniciais apoiando-o. [103] [104] No entanto, a velocidade lenta de processamento do computador e a gama limitada de software disponível levaram a um rápido declínio nas vendas na segunda metade de 1984. [103] [104] [105]

Vídeo externo
video icon A máquina que mudou o mundo, o computador de bolso; Entrevista com Steve Jobs, 1990 , 50:08, 14 de maio de 1990, WGBH Media Library & Archives [106]

As visões respectivas de Sculley e Jobs para a empresa eram muito diferentes. O primeiro favorecia computadores de arquitetura aberta como o Apple II, vendido para educação, pequenas empresas e mercados domésticos menos vulneráveis ​​à IBM. Jobs queria que a empresa se concentrasse na arquitetura fechada do Macintosh como uma alternativa de negócios ao IBM PC. O presidente e CEO Sculley tinha pouco controle sobre o presidente da divisão Macintosh do conselho de Jobs; ela e a divisão Apple II operavam como empresas separadas, duplicando serviços. [107] Embora seus produtos fornecessem 85 por cento das vendas da Apple no início de 1985, a reunião anual da empresa em janeiro de 1985não mencionou a divisão ou funcionários do Apple II. Muitos saíram, incluindo Wozniak, que afirmou que a empresa "estava indo na direção errada nos últimos cinco anos" e vendeu a maior parte de suas ações. [108] Apesar de ser frustrado com o (incluindo o próprio Jobs) demissão dos funcionários da Apple II em favor do Macintosh, Wozniak deixou amigavelmente e permaneceu um empregado honorário da Apple, mantendo uma amizade com Jobs até a sua morte empresa. [109] [110] [111]

Jobs (à esquerda) com o desenvolvedor de software Wendell Brown em 1984

No início de 1985, o fracasso do Macintosh em derrotar o IBM PC tornou-se claro, [103] [104] e fortaleceu a posição de Sculley na empresa. Em maio de 1985, Sculley - incentivado por Arthur Rock - decidiu reorganizar a Apple e propôs ao conselho um plano que removeria Jobs do grupo Macintosh e o colocaria como responsável pelo "Desenvolvimento de Novos Produtos". Essa mudança tornaria Jobs efetivamente impotentes dentro da Apple. [25] [ página necessária ]Em resposta, Jobs desenvolveu um plano para se livrar de Sculley e assumir o controle da Apple. No entanto, Jobs foi confrontado depois que o plano vazou e disse que deixaria a Apple. O Conselho recusou sua renúncia e pediu-lhe que reconsiderasse. Sculley também disse a Jobs que ele tinha todos os votos necessários para prosseguir com a reorganização. Poucos meses depois, em 17 de setembro de 1985, Jobs apresentou uma carta de demissão ao Conselho da Apple. Cinco funcionários seniores adicionais da Apple também pediram demissão e se juntaram a Jobs em seu novo empreendimento, a NeXT . [25] [ página necessária ]

A luta do Macintosh continuou depois que Jobs deixou a Apple. Embora comercializado e recebido com alarde, o caro Macintosh foi difícil de vender. [112] : 308–309  Em 1985, a empresa em desenvolvimento de Bill Gates , a Microsoft , ameaçou parar de desenvolver aplicativos Mac, a menos que fosse concedida "uma licença para o software do sistema operacional Mac. A Microsoft estava desenvolvendo sua interface gráfica de usuário. . para o DOS, que estava chamando de Windows e não queria que a Apple processasse as semelhanças entre a GUI do Windows e a interface do Mac. " [112] : 321  Sculley concedeu à Microsoft a licença que mais tarde causou problemas para a Apple. [112] : 321  Além disso, baratoOs clones do IBM PC que rodavam no software da Microsoft e tinham uma interface gráfica com o usuário começaram a aparecer. Embora o Macintosh tenha precedido os clones, era muito mais caro, então "no final dos anos 1980, a interface de usuário do Windows estava ficando cada vez melhor e, portanto, conquistando cada vez mais participação da Apple". [112] : 322 Os  clones do IBM-PC baseados em Windows também levaram ao desenvolvimento de GUIs adicionais, como o TopView da IBM ou o GEM da Digital Research, [112] : 322  e, portanto, "a interface gráfica do usuário estava começando a ser considerada garantida, prejudicando a vantagem mais aparente do Mac ... parecia claro, no final da década de 1980, que a Apple não poderia seguir sozinha indefinidamente contra todo o mercado de clones da IBM. " [112] : 322

1985–1997

Computador NeXT

Após sua demissão da Apple em 1985, Jobs fundou a NeXT Inc. [113] com $ 7 milhões. Um ano depois, ele estava ficando sem dinheiro e buscou capital de risco sem nenhum produto no horizonte. Por fim, Jobs atraiu a atenção do bilionário Ross Perot , que investiu pesadamente na empresa. [114] O computador NeXT foi mostrado ao mundo no que foi considerado o evento de retorno de Jobs, [115] um luxuoso evento de lançamento de gala apenas para convidados [116] que foi descrito como uma extravagância multimídia. [117] A celebração foi realizada no Louise M. Davies Symphony Hall , São Francisco, Califórnia, na quarta-feira, 12 de outubro de 1988.Steve Wozniak disse em uma entrevista de 2013 que, enquanto Jobs estava na NeXT, ele estava "realmente colocando a cabeça no lugar". [94]

As estações de trabalho NeXT foram lançadas pela primeira vez em 1990 e custavam US $ 9.999 . Como o Apple Lisa , a estação de trabalho NeXT era tecnologicamente avançada e projetada para o setor educacional, mas foi amplamente descartada como tendo um custo proibitivo para instituições educacionais. [118] A estação de trabalho NeXT era conhecida por seus pontos fortes técnicos, principalmente por seu sistema de desenvolvimento de software orientado a objetos . Jobs comercializou os produtos NeXT para a comunidade financeira, científica e acadêmica, destacando suas novas tecnologias inovadoras e experimentais, como o kernel Mach , o chip processador de sinal digital e a Ethernet integradaporta. Usando um computador NeXT, o cientista da computação inglês Tim Berners-Lee inventou a World Wide Web em 1990 no CERN na Suíça. [119]

O NeXTcube revisado de segunda geração foi lançado em 1990. Jobs o apresentou como o primeiro computador "interpessoal" que substituiria o computador pessoal. Com seu inovador sistema de e-mail multimídia NeXTMail , a NeXTcube pôde compartilhar voz, imagem, gráficos e vídeo em e-mail pela primeira vez. "A computação interpessoal vai revolucionar as comunicações humanas e o trabalho em grupo", disse Jobs aos repórteres. [120] Jobs dirigia a NeXT com uma obsessão pela perfeição estética, como evidenciado pelo desenvolvimento e atenção ao case de magnésio da NeXTcube. [121] Isso colocou uma pressão considerável sobre a divisão de hardware da NeXT, e em 1993, depois de ter vendido apenas 50.000 máquinas, a NeXT fez a transição completa para o desenvolvimento de software com o lançamento doNeXTSTEP / Intel . [122] A empresa relatou seu primeiro lucro anual de $ 1,03 milhão em 1994. [123] Em 1996, a NeXT Software, Inc. lançou o WebObjects , uma estrutura para desenvolvimento de aplicativos da web. Depois que a NeXT foi adquirida pela Apple Inc. em 1997, WebObjects foi usado para construir e executar a Apple Store , [122] serviços MobileMe e a iTunes Store .

Pixar e Disney

Em 1986, Jobs financiou o spinout do The Graphics Group (mais tarde renomeado Pixar ) da divisão de computação gráfica da Lucasfilm pelo preço de $ 10 milhões, $ 5 milhões dos quais foram dados à empresa como capital e $ 5 milhões pagos à Lucasfilm para direitos de tecnologia. [124]

O primeiro filme produzido pela Pixar com sua parceria com a Disney , Toy Story (1995), com Jobs creditado como produtor executivo, [ carece de fontes? ] Trouxe sucesso financeiro e aclamação da crítica para o estúdio quando foi lançado. Ao longo da vida de Jobs, sob o comando do chefe de criação da Pixar, John Lasseter , a empresa produziu os sucessos de bilheteria A Bug's Life (1998); Toy Story 2 (1999); Monsters, Inc. (2001); Procurando Nemo (2003); Os Incríveis (2004); Carros (2006); Ratatouille (2007); WALL-E (2008); Acima(2009); Toy Story 3 (2010); e Cars 2 (2011). Brave (2012), primeiro filme da Pixar produzido desde a morte de Jobs, o homenageou com uma homenagem por suas contribuições ao estúdio. [125] Procurando Nemo , Os Incríveis , Ratatouille , WALL-E , Up , Toy Story 3 e Brave receberam cada um o Oscar de Melhor Filme de Animação , um prêmio introduzido em 2001. [126] [127]

Em 2003 e 2004, quando o contrato da Pixar com a Disney estava se esgotando, Jobs e o presidente-executivo da Disney, Michael Eisner, tentaram, mas não conseguiram negociar uma nova parceria, [128] e em janeiro de 2004, Jobs anunciou que nunca mais negociaria com a Disney. [129] A Pixar buscaria um novo parceiro para distribuir seus filmes após o término de seu contrato.

Em outubro de 2005, Bob Iger substituiu Eisner na Disney, e Iger rapidamente trabalhou para consertar as relações com Jobs e a Pixar. Em 24 de janeiro de 2006, Jobs e Iger anunciaram que a Disney havia concordado em comprar a Pixar em uma transação com todas as ações no valor de US $ 7,4 bilhões. Quando o negócio foi fechado, Jobs se tornou o maior acionista individual da The Walt Disney Company , com aproximadamente 7% das ações da empresa. [130] As participações de Jobs na Disney excediam em muito as de Eisner, que detém 1,7%, e do membro da família Disney Roy E. Disney, que até sua morte em 2009 detinha cerca de 1% das ações da empresa e cujas críticas a Eisner - especialmente que ele azedou o relacionamento da Disney com a Pixar - aceleraram a demissão de Eisner. Após a conclusão da fusão, Jobs recebeu 7% das ações da Disney e se juntou ao conselho de administração como o maior acionista individual. [130] [131] [132] Após a morte de Jobs, suas ações na Disney foram transferidas para o Steven P. Jobs Trust, liderado por Laurene Jobs . [133]

Após a morte de Jobs, Iger lembrou em 2019 que muitos o alertaram sobre Jobs, "que ele iria intimidar a mim e a todos os outros". Iger escreveu: "Quem não gostaria que Steve Jobs tivesse influência sobre como uma empresa é administrada?", E que, como membro ativo do conselho da Disney, "ele raramente criava problemas para mim. Não nunca, mas raramente". Ele especulou que eles teriam considerado seriamente a fusão da Disney e da Apple se Jobs estivesse vivo. [129] Floyd Norman , da Pixar, descreveu Jobs como um "indivíduo maduro e suave" que nunca interferiu no processo criativo dos cineastas. [134] No início de junho de 2014, cofundador da Pixar e Walt Disney Animation StudiosO presidente Ed Catmull revelou que Jobs certa vez o aconselhou a "apenas explicar a eles até que entendam" em desacordos. Catmull lançou o livro Creativity, Inc. em 2014, no qual relata inúmeras experiências de trabalho com Jobs. Sobre sua própria maneira de lidar com Jobs, Catmull escreve: [135] [ página necessária ]

Em todos os 26 anos com Steve, Steve e eu nunca tivemos uma dessas discussões verbais ruidosas e não é minha natureza fazer isso. ... mas discordamos com bastante frequência sobre as coisas. ... Eu diria algo a ele e ele imediatamente o abatia porque ele conseguia pensar mais rápido do que eu. ... Eu então esperaria uma semana ... Eu ligaria para ele e apresentaria meu contra-argumento ao que ele havia dito e ele imediatamente desistiria. Então, tive que esperar mais uma semana, e às vezes isso durava meses. Mas no final, uma das três coisas aconteceu. Cerca de um terço das vezes ele dizia: 'Ah, entendi, você está certo'. E isso foi o fim. E foi outro terço do tempo em que [eu] disse: 'Na verdade, acho que ele está certo.' No outro terço das vezes, em que não chegamos a um consenso, ele apenas me deixou fazer do meu jeito,nunca disse mais nada sobre isso.[136]

1997–2011

Voltar para a Apple

Full-length portrait of man about 50 years old wearing jeans and a black turtleneck shirt, standing in front of a dark curtain with a white Apple logo
Empregos no palco na Macworld Conference & Expo , San Francisco, 11 de janeiro de 2005

Em 1996, a Apple anunciou que compraria a NeXT por US $ 427 milhões. O negócio foi finalizado em fevereiro de 1997, [137] trazendo Jobs de volta à empresa que ele havia fundado. Jobs se tornou o chefe de fato depois que o então CEO Gil Amelio foi deposto em julho de 1997. Ele foi formalmente nomeado CEO interino em 16 de setembro. [138] Em março de 1998, para concentrar os esforços da Apple no retorno à lucratividade, Jobs encerrou uma série de projetos , como Newton , Cyberdog e OpenDoc. Nos meses seguintes, muitos funcionários desenvolveram o medo de encontrar Jobs enquanto andavam de elevador ", com medo de não ter um emprego quando as portas se abrissem. A realidade era que as execuções sumárias de Jobs eram raras, mas um punhado de vítimas bastava para aterrorizar uma empresa inteira. " [139] Jobs mudou o programa de licenciamento para clones do Macintosh , tornando muito caro para os fabricantes continuarem fazendo máquinas.

Com a compra da NeXT, grande parte da tecnologia da empresa encontrou seu caminho para os produtos da Apple, mais notavelmente NeXTSTEP , que evoluiu para Mac OS X . Sob a orientação de Jobs, a empresa aumentou as vendas significativamente com o lançamento do iMac e de outros novos produtos; desde então, designs atraentes e marcas poderosas funcionaram bem para a Apple. Na Macworld Expo de 2000, Jobs oficialmente abandonou o modificador "provisório" de seu cargo na Apple e tornou-se CEO permanente. [140] Jobs brincou na época que ele estaria usando o título "iCEO". [141]

A empresa posteriormente se ramificou, introduzindo e aprimorando outros aparelhos digitais. Com o lançamento do reprodutor portátil de música iPod , do software de música digital iTunes e da iTunes Store , a empresa fez incursões em produtos eletrônicos de consumo e distribuição de música. Em 29 de junho de 2007, a Apple entrou no negócio de telefonia celular com o lançamento do iPhone , um telefone celular com tela multitoque , que também incluía os recursos de um iPod e, com seu próprio navegador móvel, revolucionou o cenário de navegação móvel. Ao mesmo tempo em que fomentava a inovação aberta, Jobs também lembrou a seus funcionários que "artistas de verdade fazem sucesso". [142]

Jobs teve uma guerra de palavras pública com o CEO da Dell Computer , Michael Dell , começando em 1987, quando Jobs criticou a Dell por fazer "caixas bege não inovadoras". [143] Em 6 de outubro de 1997, em um simpósio do Gartner , quando Dell foi questionado sobre o que faria se dirigisse a então problemática empresa de computadores da Apple, ele disse: "Eu a fecharia e daria o dinheiro de volta ao acionistas. " [144] Então, em 2006, Jobs enviou um e-mail a todos os funcionários quando a capitalização de mercado da Apple subiu acima da Dell. Diz:

Equipe, descobriu-se que Michael Dell não era perfeito em prever o futuro. Com base no fechamento do mercado de ações de hoje, a Apple vale mais do que a Dell. As ações sobem e descem e as coisas podem ser diferentes amanhã, mas achei que valeu a pena um momento de reflexão hoje. Steve. [145]

Jobs foi admirado e criticado por sua habilidade consumada de persuasão e vendedor, que foi apelidada de " campo de distorção da realidade " e ficou particularmente evidente durante seus discursos principais (coloquialmente conhecidos como " Stevenotes ") na Macworld Expos e nas Apple Worldwide Developers Conferences . [146]

Jobs costumava ir ao trabalho vestindo um preto de mangas compridas falsa gola feita por Issey Miyake , Levi 501 calça jeans, e New Balance 991 tênis. [147] [148] Ele disse que sua escolha foi inspirada na de Stuart Geman , um notável professor de matemática aplicada na Brown University . Jobs disse a seu biógrafo Walter Isaacson "... ele passou a gostar da ideia de ter um uniforme para si mesmo, tanto por causa de sua conveniência diária (a razão que ele afirmava) quanto por sua capacidade de transmitir um estilo exclusivo". [147]

Jobs foi membro do conselho da Gap Inc. de 1999 a 2002. [149]

Two men in their fifties shown full length sitting in red leather chairs smiling at each other
Jobs e Bill Gates na quinta conferência D: All Things Digital ( D5 ) em maio de 2007

Em 2001, Jobs recebeu opções de ações no valor de 7,5 milhões de ações da Apple com um preço de exercício de $ 18,30. Foi alegado que as opções estavam retroativas e que o preço de exercício deveria ser $ 21,10. Foi ainda alegado que Jobs incorreu em renda tributável de $ 20.000.000 que ele não informou, e que a Apple superestimou seus ganhos na mesma quantia. Como resultado, Jobs enfrentou uma série de acusações criminais e penalidades civis. O caso foi objeto de investigações criminais e civis ativas do governo, [150] embora uma investigação interna independente da Apple concluída em 29 de dezembro de 2006 tenha constatado que Jobs não estava ciente dessas questões e que as opções concedidas a ele foram devolvidas sem serem exercidas em 2003 . [151]

Em 2005, Jobs respondeu às críticas aos fracos programas de reciclagem de lixo eletrônico da Apple nos Estados Unidos atacando o meio ambiente e outros defensores na reunião anual da Apple em Cupertino, em abril. Algumas semanas depois, a Apple anunciou que pegaria de volta os iPods de graça em suas lojas de varejo. A campanha Computer TakeBack respondeu lançando um banner de um avião sobre a formatura da Universidade de Stanford, na qual Jobs foi o orador de formatura. O banner dizia "Steve, não seja um miniplayer - recicle todo o lixo eletrônico".

Em 2006, ele expandiu ainda mais os programas de reciclagem da Apple para qualquer cliente dos Estados Unidos que compre um novo Mac. Este programa inclui o envio e "descarte ecológico" de seus sistemas antigos. [152] O sucesso dos produtos e serviços exclusivos da Apple proporcionou vários anos de retornos financeiros estáveis, impulsionando a Apple a se tornar a empresa de capital aberto mais valiosa do mundo em 2011. [153]

Jobs era considerado um perfeccionista exigente [154] [155] que sempre aspirou a posicionar seus negócios e seus produtos na vanguarda da indústria de tecnologia da informação, prevendo e definindo inovações e tendências de estilo. Ele resumiu esse autoconceito no final de seu discurso principal na Conferência e Expo Macworld em janeiro de 2007, citando o jogador de hóquei no gelo Wayne Gretzky :

Há uma antiga citação de Wayne Gretzky que adoro. "Eu patino para onde o disco vai estar, não para onde ele esteve." E sempre tentamos fazer isso na Apple. Desde o início. E sempre faremos. [156]

Jobs demonstrando o iPhone 4 para o presidente russo Dmitry Medvedev em 23 de junho de 2010

Em 1o de julho de 2008, uma ação coletiva de US $ 7 bilhões foi movida contra vários membros do conselho de diretores da Apple por perda de receita devido a suposta fraude de títulos. [157] [158]

Em uma entrevista de 2011 com o biógrafo Walter Isaacson, Jobs revelou que se encontrou com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama , reclamou da falta de engenheiros de software no país e disse a Obama que estava "indo para uma presidência de um mandato". [159] Jobs propôs que qualquer estudante estrangeiro que obteve um diploma de engenharia em uma universidade dos EUA deveria receber automaticamente um green card. Depois da reunião, Jobs comentou: "O presidente é muito inteligente, mas ficava nos explicando os motivos pelos quais as coisas não podem ser feitas ... Isso me enfurece." [159]

Problemas de saúde

Em outubro de 2003, Jobs foi diagnosticado com câncer. Em meados de 2004, ele anunciou a seus funcionários que tinha um tumor cancerígeno no pâncreas . [160] O prognóstico para câncer pancreático geralmente é muito ruim; [161] Jobs afirmou que tinha um tipo raro, muito menos agressivo, conhecido como tumor neuroendócrino de células das ilhotas . [160]

Apesar de seu diagnóstico, Jobs resistiu às recomendações de seus médicos para intervenção médica por nove meses, [162] em vez disso, contando com a medicina alternativa para combater a doença. De acordo com o pesquisador de Harvard Ramzi Amri, sua escolha de tratamento alternativo "levou a uma morte desnecessariamente precoce". Outros médicos concordam que a dieta de Jobs foi insuficiente para tratar sua doença. No entanto, o pesquisador de câncer e crítico de medicina alternativa David Gorski escreveu que "é impossível saber se e em quanto ele pode ter diminuído suas chances de sobreviver ao câncer por meio de seu flerte com woo . Meu melhor palpite é que Jobs provavelmente só diminuiu modestamente suas chances de sobrevivência, se tanto. " [163] [164] Barrie R. Cassileth , o chefe do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, da medicina integrativa departamento, [165] disse: "A fé de Jobs na medicina alternativa provavelmente lhe custou a vida .... Ele tinha o único tipo de câncer de pâncreas que é tratável e curável .... Ele essencialmente cometeu suicídio. " [166] De acordo com o biógrafo de Jobs, Walter Isaacson, "por nove meses ele se recusou a se submeter a uma cirurgia de câncer de pâncreas - uma decisão que ele mais tarde se arrependeu porque sua saúde piorou". [167]"Em vez disso, ele tentou uma dieta vegana, acupuntura, remédios de ervas e outros tratamentos que encontrou online e até consultou um médium. Ele também foi influenciado por um médico que dirigia uma clínica que aconselhava jejuns de suco, limpezas intestinais e outras abordagens não comprovadas, antes de finalmente fazer a cirurgia em julho de 2004. " [168] Ele finalmente foi submetido a uma pancreaticoduodenectomia (ou "procedimento de Whipple") em julho de 2004, que aparentemente removeu o tumor com sucesso. [169] [170] Jobs não recebeu quimioterapia ou radioterapia . [160] [171] Durante a ausência de Jobs, Tim Cook , chefe de vendas e operações mundiais da Apple, dirigiu a empresa. [160]

Em janeiro de 2006 , apenas a esposa de Jobs, seus médicos e Iger e sua esposa sabiam que o câncer havia voltado. Jobs disse a Iger em particular que esperava viver para ver seu filho Reed se formar no ensino médio em 2010. [129] No início de agosto de 2006, Jobs fez a palestra principal para a Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple anual . Sua aparência "magra, quase esquelética" e entrega incomumente "apática", [172] [173] junto com sua escolha de delegar partes significativas de sua palestra para outros apresentadores, inspirou uma enxurrada de especulações na mídia e na internet sobre o estado de sua saúde . [174] Em contraste, de acordo com um relatório do jornal Ars Technica , Worldwide Developers ConferenceOs participantes do (WWDC) que viram Jobs pessoalmente disseram que ele "parecia bem". [175] Após a palestra, um porta-voz da Apple disse que "a saúde de Steve é ​​robusta." [176]

Dois anos depois, preocupações semelhantes seguiram o discurso de Jobs em 2008 na WWDC. [177] Funcionários da Apple afirmaram que Jobs foi vítima de um "bug comum" e estava tomando antibióticos, [178] enquanto outros presumiram que sua aparência caquética se devia ao procedimento de Whipple. [171] Durante uma teleconferência em julho discutindo os ganhos da Apple, os participantes responderam a várias perguntas sobre a saúde de Jobs, insistindo que era um "assunto privado". Outros disseram que os acionistas tinham o direito de saber mais, dada a abordagem prática de Jobs para administrar sua empresa. [179] [180] Baseado em uma conversa telefônica não oficial com Jobs, The New York Timesrelatou: "Embora seus problemas de saúde fossem muito mais do que 'um bug comum', eles não eram fatais e ele não tinha recorrência do câncer." [181]

Em 28 de agosto de 2008, a Bloomberg publicou por engano um obituário de Jobs com 2.500 palavras em seu serviço de notícias corporativas, contendo espaços em branco para sua idade e causa da morte. Os transportadores de notícias costumam armazenar obituários atualizados para facilitar a entrega de notícias no caso da morte de uma pessoa conhecida. Embora o erro tenha sido corrigido prontamente, muitas transportadoras de notícias e blogs relataram sobre ele, [182] intensificando os rumores sobre a saúde de Jobs. [183] Jobs respondeu na palestra Let's Rock da Apple em setembro de 2008 parafraseando Mark Twain : "Relatos sobre minha morte são muito exagerados." [184] [185]Em um evento de mídia subsequente, Jobs concluiu sua apresentação com um slide dizendo "110/70", referindo-se à sua pressão arterial , afirmando que não iria responder a mais perguntas sobre sua saúde. [186]

Em 16 de dezembro de 2008, a Apple anunciou que o vice-presidente de marketing, Phil Schiller, faria o discurso de abertura final da empresa na Macworld Conference and Expo 2009, reavivando novamente as questões sobre a saúde de Jobs. [187] [188] Em uma declaração dada em 5 de janeiro de 2009, no Apple.com , Jobs disse que vinha sofrendo de um " desequilíbrio hormonal " por vários meses. [189] [190]

Em 14 de janeiro de 2009, Jobs escreveu em um memorando interno da Apple que na semana anterior ele havia "aprendido que meus problemas relacionados à saúde são mais complexos do que eu pensava originalmente". [191] Ele anunciou uma licença de seis meses até o final de junho de 2009, para permitir que ele se concentrasse melhor em sua saúde. Tim Cook, que anteriormente atuou como CEO na ausência de Jobs em 2004, tornou-se CEO interino da Apple, com Jobs ainda envolvido com "grandes decisões estratégicas". [191]

Em 2009, Tim Cook ofereceu uma parte de seu fígado a Jobs, já que ambos compartilham um tipo de sangue raro e o fígado do doador pode regenerar o tecido após essa operação. Jobs gritou: "Nunca vou deixar você fazer isso. Nunca vou fazer isso". [192]

Em abril de 2009, Jobs foi submetido a um transplante de fígado no Methodist University Hospital Transplant Institute em Memphis, Tennessee . [193] [194] [195] O prognóstico de Jobs foi descrito como "excelente". [193]

Renúncia

Em 17 de janeiro de 2011, um ano e meio depois de Jobs retornar ao trabalho após o transplante de fígado, a Apple anunciou que ele havia recebido uma licença médica. Jobs anunciou sua saída em uma carta aos funcionários, afirmando que sua decisão foi tomada "para que ele pudesse se concentrar em sua saúde". Como fez na época de sua licença médica em 2009, a Apple anunciou que Tim Cook administraria as operações diárias e que Jobs continuaria envolvido nas principais decisões estratégicas da empresa. [197] [197] Enquanto estava de licença, Jobs apareceu no evento de lançamento do iPad 2 em 2 de março, a palestra da WWDC apresentando o iCloud em 6 de junho, e antes do Conselho Municipal de Cupertino em 7 de junho. [198]

Em 24 de agosto de 2011, Jobs anunciou sua renúncia como CEO da Apple, escrevendo ao conselho: "Eu sempre disse que se algum dia eu não pudesse mais cumprir meus deveres e expectativas como CEO da Apple, eu seria o primeiro a informá-lo. Infelizmente, esse dia chegou. " [199] Jobs se tornou presidente do conselho e nomeou Tim Cook como seu sucessor como CEO. [200] [201] Jobs continuou a trabalhar para a Apple até um dia antes de sua morte, seis semanas depois. [202] [203] [204]

Morte

Bandeiras voando a meio pessoal do lado de fora da sede da Apple em Cupertino, na noite da morte de Jobs

Jobs morreu em sua casa em Palo Alto, Califórnia, por volta das 15h ( PDT ) em 5 de outubro de 2011, devido a complicações de uma recidiva de seu tumor neuroendócrino de células das ilhotas previamente tratado , [14] [205] [206] que resultou em parada respiratória . [207] Ele havia perdido a consciência no dia anterior e morreu com sua esposa, filhos e irmãs ao seu lado. [208] Sua irmã, Mona Simpson, descreveu sua morte assim: "As palavras finais de Steve, horas antes, foram monossílabos, repetidos três vezes. Antes de embarcar, ele olhou para a irmã Patty, depois por muito tempo para os filhos, depois para a parceira de sua vida, Laurene, e, em seguida, sobre os ombros deles. As palavras finais de Steve foram: 'Oh, uau. Oh, uau. Oh, uau.' "Ele então perdeu a consciência e morreu várias horas depois. [208] Um pequeno funeral privado foi realizado em 7 de outubro de 2011, cujos detalhes, em respeito à família de Jobs, não foram divulgados. [209]

A Apple [210] e a Pixar publicaram anúncios de sua morte. [211] A Apple anunciou no mesmo dia que não tinha planos para um serviço público, mas estava encorajando os "simpatizantes" a enviarem suas mensagens de lembrança para um endereço de e-mail criado para receber tais mensagens. [212] A Apple e a Microsoft hastearam suas bandeiras com metade da equipe em suas respectivas sedes e campi. [213] [214]

Bob Iger ordenou que todas as propriedades da Disney , incluindo Walt Disney World e Disneyland , hasteassem suas bandeiras a meio pessoal de 6 a 12 de outubro de 2011. [215] Por duas semanas após sua morte, a Apple exibiu em seu site corporativo uma página simples que mostrava o nome e tempo de vida de Jobs ao lado de seu retrato em tons de cinza. [216] [217] [218] Em 19 de outubro de 2011, os funcionários da Apple realizaram um serviço memorial privado para Jobs no campus da Apple em Cupertino. A viúva de Jobs, Laurene, estava presente, assim como Cook, Bill Campbell , Norah Jones , Al Gore e Coldplay . [219]Algumas das lojas de varejo da Apple fecharam brevemente para que os funcionários pudessem comparecer ao memorial. Um vídeo do serviço foi carregado no site da Apple. [219]

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou no domingo, 16 de outubro de 2011, o "Dia de Steve Jobs". [220] Naquele dia, um memorial apenas para convidados foi realizado na Universidade de Stanford . Os presentes incluíam a Apple e outros executivos de empresas de tecnologia, membros da mídia, celebridades, amigos próximos de Jobs e políticos, junto com a família de Jobs. Bono , Yo-Yo Ma e Joan Baez se apresentaram no serviço, que durou mais de uma hora. O serviço era altamente seguro, com guardas em todos os portões da universidade e um helicóptero voando sobre uma estação de notícias da área. [221] [222]Cada participante recebeu uma pequena caixa marrom como um "presente de despedida" de Jobs. A caixa continha uma cópia da Autobiografia de um Iogue de Paramahansa Yogananda . [223]

Amigo de infância e companheiro co-fundador da Apple Steve Wozniak , [224] ex-proprietário do que se tornaria a Pixar , George Lucas , [225] ex-rival, Microsoft co-fundador Bill Gates , [226] eo presidente Barack Obama [227] todos oferecidos declarações em resposta à sua morte.

A pedido dele, Jobs foi enterrado em uma sepultura sem identificação no Parque Memorial Alta Mesa , o único cemitério não sectário de Palo Alto. [228] [229]

Em 7 de outubro de 2021, a Apple lançou um vídeo comemorativo no YouTube no décimo aniversário da morte de Jobs. [230]

Inovações e designs

A estética do design de Jobs foi influenciada pelas filosofias do Zen e do budismo. Na Índia, ele experimentou o budismo durante sua jornada espiritual de sete meses, [231] e seu senso de intuição foi influenciado pelas pessoas espirituais com quem estudou. [231] Ele também aprendeu de muitas referências e fontes, como o estilo arquitetônico modernista de Joseph Eichler , [ carece de fontes? ] E os desenhos industriais de Richard Sapper [232] e Dieter Rams . [ citação necessária ]

De acordo com o cofundador da Apple Steve Wozniak, "Steve nunca codificou. Ele não era um engenheiro e não fez nenhum projeto original ..." [233] [234] Daniel Kottke , um dos primeiros funcionários da Apple e um amigo de faculdade de Jobs declarou: "Entre Woz e Jobs, Woz foi o inovador, o inventor. Steve Jobs foi o profissional de marketing." [235]

Ele está listado como inventor principal ou co-inventor em 346 patentes ou pedidos de patentes nos Estados Unidos relacionados a uma gama de tecnologias de computadores reais e dispositivos portáteis a interfaces de usuário (incluindo baseadas em toque), alto-falantes, teclados, adaptadores de energia, escadas, fechos, mangas, cordões e pacotes. As contribuições de Jobs para a maioria de suas patentes foram para "a aparência do produto". Seu chefe de design industrial, Jonathan Ive, tinha seu nome junto com o nome de Jobs em 200 das patentes. [236] A maioria delas são patentes de design (designs de produtos específicos; por exemplo, Jobs listados como inventores primários em patentes para iMacs originais e estilo lâmpada , bem como PowerBook G4 Titanium) em oposição a patentes de utilidade (invenções). [237] [238] Ele emitiu 43 patentes nos EUA sobre invenções. [237] A patente da interface de usuário do Mac OS X Dock com o recurso de "ampliação" foi emitida um dia antes de sua morte. [239] Embora Jobs tivesse pouco envolvimento no lado técnico e de engenharia dos computadores Apple originais, [234] Jobs mais tarde usou sua posição de CEO para se envolver diretamente com o design do produto. [240]

Envolvida em muitos projetos ao longo de sua carreira estava sua confidente e executiva de marketing de longa data Joanna Hoffman , conhecida como uma das poucas funcionárias da Apple e da NeXT que conseguiu enfrentar Jobs e, ao mesmo tempo, interagir com ele. [241]

Mesmo quando estava em estado terminal no hospital, Jobs desenhou novos dispositivos que segurariam o iPad em uma cama de hospital. [208] Ele também desprezou o monitor de oxigênio em seu dedo e sugeriu maneiras de revisar o design para simplificar. [242]

Desde sua morte, o ex-CEO da Apple ganhou 141 patentes, mais do que a maioria dos inventores durante sua vida. Atualmente, Jobs possui mais de 450 patentes. [243]

Apple I

Embora inteiramente projetado por Steve Wozniak, Jobs teve a ideia de vender o computador desktop , o que levou à formação da Apple Computer em 1976. Tanto Jobs quanto Wozniak construíram vários dos primeiros protótipos do Apple I manualmente e venderam alguns de seus pertences em a fim de fazê-lo. Eventualmente, 200 unidades foram produzidas. [74]

Apple II

Um Apple II com um modem externo , desenvolvido principalmente por Wozniak

O Apple II é um computador doméstico de 8 bits , um dos primeiros microcomputadores produzidos em massa de grande sucesso do mundo , [82] projetado principalmente por Wozniak (embora Jobs tenha supervisionado o desenvolvimento do case incomum do Apple II [244] e Rod Holt desenvolvido a fonte de alimentação única [80] ). Foi apresentado em 1977 na West Coast Computer Faire por Jobs e Wozniak e foi o primeiro produto de consumo vendido pela Apple.

Maçã lisa

O Lisa é um computador pessoal projetado pela Apple no início dos anos 1980. Foi o primeiro computador pessoal a oferecer uma interface gráfica de usuário em uma máquina destinada a usuários empresariais individuais. O desenvolvimento do Lisa começou em 1978. [245] O Lisa vendeu mal, com apenas 100.000 unidades vendidas. [246]

Em 1982, depois que Jobs foi forçado a sair do projeto Lisa, [247] ele se juntou ao projeto Macintosh . O Macintosh não é um descendente direto do Lisa, embora existam semelhanças óbvias entre os sistemas. A revisão final, o Lisa 2/10, foi modificada e vendida como Macintosh XL . [248]

Macintosh

Empregos segurando um MacBook Air na MacWorld Conference & Expo em 2008

Depois de se juntar à equipe original do Macintosh , Jobs assumiu o projeto depois que Wozniak sofreu um acidente de avião traumático e deixou temporariamente a empresa. [94] Jobs apresentou o computador Macintosh em 24 de janeiro de 1984. Este foi o primeiro computador pessoal para o mercado de massa com uma interface gráfica de usuário e mouse integrados . [249]Este primeiro modelo foi mais tarde renomeado para "Macintosh 128k" devido à exclusividade entre uma família populosa de modelos subsequentemente atualizados que também são baseados na mesma arquitetura proprietária da Apple. Desde 1998, a Apple eliminou em grande parte o nome Macintosh em favor de "Mac", embora a família de produtos tenha sido apelidada de "Mac" ou "Mac" desde o desenvolvimento do primeiro modelo. O Macintosh foi apresentado por um comercial de televisão de Ridley Scott de US $ 1,5 milhão , " 1984 ". [250] Ele foi ao ar mais notavelmente durante o terceiro trimestre do Super Bowl XVIII em 22 de janeiro de 1984, e algumas pessoas consideram o anúncio um "evento divisor de águas" [251] e uma "obra-prima".[252] Regis McKennachamou o anúncio de "mais bem-sucedido do que o próprio Mac". [253] "1984" usa uma heroína sem nome para representar a chegada do Macintosh (indicada por uma imagem no estilo de Picasso do computador em sua blusa branca ) como um meio de salvar a humanidade da conformidade das tentativas da IBM de dominar o computador indústria. O anúncio alude ao romance de George Orwell , Nineteen Eighty-Four , que descreve um futuro distópico governado por um " Big Brother " televisionado . [254] [255]

O Macintosh, entretanto, era caro, o que prejudicava sua capacidade de ser competitivo em um mercado já dominado pelo Commodore 64 para consumidores, bem como pelo IBM Personal Computer e seu mercado de clones para empresas. [256] Os sistemas Macintosh ainda tiveram sucesso na educação e na editoração eletrônica e mantiveram a Apple como o segundo maior fabricante de PCs na década seguinte.

NeXT Computer

Depois que Jobs foi forçado a deixar a Apple em 1985, ele fundou a NeXT , uma empresa de computadores para estações de trabalho . O NeXT Computer foi apresentado em 1988 em um evento de lançamento luxuoso . Usando o computador NeXT, Tim Berners-Lee criou o primeiro navegador da web do mundo , o WorldWideWeb . O sistema operacional NeXT Computer, denominado NeXTSTEP , gerou Darwin , que agora é a base da maioria dos produtos da Apple, como o macOS do Macintosh e o iOS do iPhone . [257] [258]

iMac

O iMac original , lançado em 1998, foi o primeiro produto da Apple voltado para o consumidor a ser lançado com o retorno de Jobs.

O Apple iMac G3 foi lançado em 1998 e seu design inovador foi resultado direto do retorno de Jobs à Apple. A Apple se gabou de que "a parte de trás do nosso computador parece melhor do que a frente de qualquer outra pessoa". [259] Descrito como um "desenho animado", o primeiro iMac, revestido de plástico Bondi Blue, era diferente de qualquer computador pessoal anterior. Em 1999, a Apple lançou o Apple iMac cinza grafite e desde então variou consideravelmente a forma, cor e tamanho, mantendo o design multifuncional. As ideias de design tinham como objetivo criar uma conexão com o usuário, como a alça e um efeito de luz "respirando" quando o computador entrava no modo de espera. [260] O iMac da Apple era vendido por US $ 1.299 na época. O iMac também apresentou mudanças inovadoras,como evitar ounidade de disquete e movendo-se exclusivamente para USB para conectar periféricos. Essa última mudança resultou, por meio do sucesso do iMac, na popularização da interface entre os fabricantes de periféricos de terceiros - como evidenciado pelo fato de que muitos dos primeiros periféricos USB eram feitos de plástico translúcido (para combinar com o design do iMac). [261]

iTunes

O iTunes é um reprodutor de mídia , biblioteca de mídia, transmissor de rádio online e aplicativo de gerenciamento de dispositivo móvel desenvolvido pela Apple. Ele é usado para reproduzir, baixar e organizar áudio e vídeo digital (bem como outros tipos de mídia disponíveis na iTunes Store) em computadores pessoais que executam os sistemas operacionais macOS e Microsoft Windows . A iTunes Store também está disponível no iPod Touch , iPhone e iPad .

Por meio da iTunes Store, os usuários podem comprar e baixar músicas, videoclipes, programas de televisão, audiolivros , podcasts , filmes e aluguel de filmes em alguns países, além de ringtones , disponíveis no iPhone e iPod Touch (da quarta geração em diante). O software do aplicativo para iPhone, iPad e iPod Touch pode ser baixado da App Store .

iPod

A primeira geração do iPod foi lançada em 23 de outubro de 2001. A principal inovação do iPod foi seu pequeno tamanho obtido com o uso de um disco rígido de 1,8 "em comparação com os discos de 2,5" comuns aos jogadores da época. A capacidade do iPod de primeira geração variou de 5 GB a 10 GB. [262] O iPod foi vendido por US $ 399 e mais de 100.000 iPods foram vendidos antes do final de 2001. A introdução do iPod resultou na Apple se tornando um grande player na indústria musical. [263] Além disso, o sucesso do iPod preparou o caminho para a loja de música iTunes e o iPhone. [264] Após as primeiras gerações do iPod, a Apple lançou o iPod Touch com tela sensível ao toque, o iPod Mini de tamanho reduzido e o iPod Nanoe o iPod Shuffle sem tela nos anos seguintes. [263]

Iphone

Jobs revelando o iPhone na MacWorld Conference & Expo em 9 de janeiro de 2007

A Apple começou a trabalhar no primeiro iPhone em 2005 e o primeiro iPhone foi lançado em 29 de junho de 2007. O iPhone criou tal sensação que uma pesquisa indicou que seis em cada dez americanos estavam cientes de seu lançamento. A Time declarou-a "Invenção do Ano" de 2007 e incluiu-a na lista All-TIME 100 Gadgets em 2010, na categoria de Comunicação [265] . [266] O iPhone completo tinha recursos de multimídia e funcionava como um smartphone com tela de toque quad-band. [267] Um ano depois, o iPhone 3G foi lançado em julho de 2008 com três recursos principais: suporte para GPS, dados 3G e UMTS / HSDPA tri-band. Em junho de 2009, o iPhone 3GS, cujas melhorias incluíam controle de voz, uma câmera melhor e um processador mais rápido, foi apresentado por Phil Schiller. [268] O iPhone 4 era mais fino do que os modelos anteriores, tinha uma câmera de cinco megapixels capaz de gravar vídeo em HD 720p e adicionou uma câmera frontal secundária para chamadas de vídeo. [269] Um recurso importante do iPhone 4S , lançado em outubro de 2011, era o Siri , um assistente virtual capaz de reconhecimento de voz. [266]

iPad

Jobs apresentando o iPad em San Francisco em 27 de janeiro de 2010

O iPad é uma linha de tablets baseada em iOS projetada e comercializada pela Apple. O primeiro iPad foi lançado em 3 de abril de 2010. A interface do usuário é construída em torno da tela multitoque do dispositivo , incluindo um teclado virtual . O iPad inclui Wi-Fi integrado e conectividade celular em alguns modelos. Em abril de 2015 , mais de 250 milhões de iPads foram vendidos. [270]

Família

Casa de Jobs em Palo Alto
A casa de Jobs, vista de uma calçada adjacente. Abundantes árvores de fruto são visíveis ao lado da casa.

Chrisann Brennan observa que, depois que Jobs foi forçado a deixar a Apple, "ele se desculpou várias vezes por seu comportamento" em relação a ela e Lisa. Ela também afirma que Jobs "disse que nunca assumiu a responsabilidade quando deveria e que estava arrependido". [271] Nessa época, Jobs havia desenvolvido um forte relacionamento com Lisa e quando ela tinha nove anos, Jobs teve seu nome em sua certidão de nascimento alterado de "Lisa Brennan" para "Lisa Brennan-Jobs". [13] [ página necessário ] Além disso, Jobs e Brennan desenvolveu uma relação de trabalho a co-parent Lisa, uma mudança créditos Brennan à influência de sua irmã biológico recém-encontrados,Mona Simpson (que trabalhou para reparar o relacionamento entre Lisa e Jobs).[13] [ página necessária ] Jobs encontrou Mona depois de encontrar sua mãe biológica, Joanne Schieble Simpson, logo depois de deixar a Apple. [272]

Jobs não contatou sua família biológica durante a vida de sua mãe adotiva Clara, no entanto. Posteriormente, ele diria a seu biógrafo oficial Walter Isaacson : "Eu nunca quis [Paul e Clara] sentir que não os considerava meus pais, porque eles eram totalmente meus pais [...] Eu os amei tanto que nunca queria que eles soubessem da minha busca e até mandei repórteres manterem segredo quando algum deles descobrisse. " [272]No entanto, em 1986, quando Jobs tinha 31 anos, Clara foi diagnosticada com câncer de pulmão. Ele começou a passar muito tempo com ela e aprendeu mais detalhes sobre sua história e sua adoção, informações que o motivaram a encontrar sua mãe biológica. Jobs encontrou em sua certidão de nascimento o nome do médico de São Francisco a quem Schieble recorreu quando estava grávida. Embora o médico não tenha ajudado Jobs enquanto ele estava vivo, ele deixou uma carta para que Jobs fosse aberta após sua morte. Como ele morreu logo depois, Jobs recebeu uma carta que afirmava que "sua mãe havia sido uma estudante solteira de graduação de Wisconsin chamada Joanne Schieble". [272]

Jobs só entrou em contato com Schieble depois que Clara morreu no início de 1986 e depois que ele recebeu permissão de seu pai, Paul. Além disso, por respeito a Paul, ele pediu à mídia que não noticiasse sua busca. [273] Jobs declarou que estava motivado a encontrar sua mãe biológica por curiosidade e necessidade "para ver se ela estava bem e para agradecê-la, porque estou feliz por não ter acabado fazendo um aborto. Ela estava vinte e três anos e ela passou por muito para me ter. " [274]Schieble ficou emocionada durante o primeiro encontro (embora ela não estivesse familiarizada com a história da Apple ou do papel de Jobs nela) e disse a ele que havia sido pressionada a assinar os papéis de adoção. Ela disse que se arrependeu de desistir dele e repetidamente pediu desculpas a ele por isso. Jobs e Schieble desenvolveriam um relacionamento amigável pelo resto de sua vida e passariam o Natal juntos. [275]

Durante a primeira visita, Schieble disse a Jobs que ele tinha uma irmã, Mona, que não sabia que tinha um irmão. [274] Schieble então combinou que eles se encontrassem em Nova York, onde Mona trabalhava. Sua primeira impressão de Jobs foi que "ele era totalmente franco e adorável, apenas um cara normal e doce". [276] Simpson e Jobs então deram uma longa caminhada para se conhecerem. [276] Jobs disse mais tarde a seu biógrafo que "Mona não ficou completamente feliz no início por me ter em sua vida e ter sua mãe tão emocionalmente afetuosa por mim  ... À medida que nos conhecíamos, nos tornamos bons amigos, e ela é minha família. Não sei o que faria sem ela. Não consigo imaginar uma irmã melhor. Minha irmã adotiva, Patty, e eu nunca fomos próximas."[276]

"Eu cresci como filho único, com uma mãe solteira. Porque éramos pobres e porque eu sabia que meu pai havia emigrado da Síria, imaginei que ele se parecia com Omar Sharif . Eu esperava que ele fosse rico e gentil e viesse para o nosso vive (e nosso apartamento ainda não mobiliado) e nos ajude. Mais tarde, depois que conheci meu pai, tentei acreditar que ele mudou seu número e não deixou endereço de encaminhamento porque ele era um revolucionário idealista, tramando um novo mundo para os árabes. Mesmo como feminista, toda a minha vida esperei por um homem que me amasse, que me amasse. Durante décadas, pensei que esse homem seria o meu pai. Quando tinha 25 anos, conheci aquele homem, e ele era meu irmão. "

- Mona Simpson [208]

Jobs então aprendeu a história de sua família. Seis meses depois de ele ter sido dado para adoção, o pai de Schieble morreu, ela se casou com Jandali e eles tiveram uma filha, Mona. [3] [277] Jandali afirma que depois de terminar seu PhD ele voltou para a Síria para trabalhar e que foi durante este período que Schieble o deixou [3] (eles se divorciaram em 1962). [19] Ele também afirma que após o divórcio, ele perdeu contato com Mona por um período de tempo:

Também tenho a responsabilidade de me afastar de minha filha quando ela tinha quatro anos, pois sua mãe se divorciou de mim quando fui para a Síria, mas voltamos a nos comunicar depois de 10 anos. Perdemos contato novamente quando sua mãe se mudou e eu não sabia onde ela estava, mas desde 10 anos atrás estamos em contato constante e eu a vejo três vezes por ano. Eu organizei uma viagem para ela no ano passado para visitar a Síria e o Líbano e ela foi com um parente da Flórida. [3]

Alguns anos depois, Schieble se casou com um professor de patinação no gelo, George Simpson. [277] Mona Jandali adotou o sobrenome do padrasto e, assim, tornou-se Mona Simpson. Em 1970, depois de se divorciar de seu segundo marido, Schieble levou Mona para Los Angeles e a criou sozinha. [277]

Quando Simpson descobriu que o pai, Abdulfattah Jandali, morava em Sacramento, Califórnia , Jobs não teve interesse em conhecê-lo, pois acreditava que Jandali não tratava bem os filhos. [278] Simpson foi para Sacramento sozinho e conheceu Jandali, que trabalhava em um pequeno restaurante. [279] Jandali e Simpson conversaram por várias horas, durante as quais ele disse a ela que havia deixado de lecionar para trabalhar no ramo de restaurantes. [279] Ele também disse que ele e Schieble tinham dado outra criança para adoção, mas que "nunca mais veremos aquele bebê. Esse bebê se foi." [279] A pedido de Jobs, Simpson não disse a Jandali que ela havia conhecido seu filho. [279]Jandali disse ainda a Simpson que uma vez gerenciou um restaurante mediterrâneo perto de San Jose e que "todas as pessoas de tecnologia de sucesso costumavam ir lá. Até Steve Jobs ... ah sim, ele costumava vir, e ele era um cara doce e uma grande gorjeta. " [279]

Depois de ouvir sobre a visita, Jobs lembrou que "foi incrível ... Eu tinha ido àquele restaurante algumas vezes e me lembro de ter conhecido o proprietário. Ele era sírio. Calvo. Nós apertamos as mãos". [279] No entanto, Jobs ainda não queria conhecer Jandali porque "Eu era um homem rico e não confiava nele para não tentar me chantagear ou ir à imprensa a respeito ... Pedi a Mona que não para contar a ele sobre mim. " [279] Jandali mais tarde descobriu seu relacionamento com Jobs por meio de um blog online. Ele então contatou Simpson e perguntou "o que é isso sobre Steve Jobs?" Simpson disse a ele que era verdade e mais tarde comentou: "Meu pai é atencioso e um lindo contador de histórias, mas é muito, muito passivo ... Ele nunca contatou Steve". [275]Como a própria Simpson pesquisou suas raízes sírias e começou a conhecer membros da família, ela presumiu que Jobs acabaria querendo conhecer o pai, mas nunca o fez. [275] Jobs também nunca mostrou interesse em sua herança síria ou no Oriente Médio. [275] Simpson criou uma ficção sobre a busca por seu pai em seu romance de 1992, O Pai Perdido . [275] Malek Jandali é seu primo. [280]

Casado

Em 1989, Jobs conheceu sua futura esposa, Laurene Powell , quando deu uma palestra na Stanford Graduate School of Business , onde ela era estudante. Logo após o evento, ele afirmou que Laurene "estava bem ali na primeira fila da sala de aula, e eu não conseguia tirar os olhos dela ... ficava perdendo a linha de pensamento e comecei a me sentir um pouco tonta. " [18] [ página necessária ] Após a palestra, Jobs se encontrou com ela no estacionamento e a convidou para jantar. Desse ponto em diante, eles ficaram juntos, com algumas pequenas exceções, para o resto de sua vida. [18] [ página necessária ]

Jobs propôs no dia de Ano Novo de 1990 com "um punhado de flores silvestres recém colhidas". [18] [ página necessária ] Eles se casaram em 18 de março de 1991, em uma cerimônia budista no Ahwahnee Hotel no Parque Nacional de Yosemite . [18] [ página necessária ] Cinquenta pessoas, incluindo o pai de Jobs, Paul, e sua irmã Mona, compareceram. A cerimônia foi conduzida pelo guru de Jobs , Kobun Chino Otogawa . O bolo de casamento vegano tinha o formato do Half Dome do Yosemite, e o casamento terminou com uma caminhada (durante a qual os irmãos de Laurene tiveram uma luta de bolas de neve). Jobs teria dito a Mona: "Veja, Mona [...], Laurene é descendente de Joe Namath e nós descendemos de John Muir ." [281]

O primeiro filho de Jobs e Powell, Reed, nasceu em setembro de 1991. [282] O pai de Jobs, Paul, morreu um ano e meio depois, em 5 de março de 1993. A casa da infância de Jobs continua sendo uma atração turística e atualmente é propriedade de sua madrasta (A segunda esposa de Paul), Marilyn Jobs. [283]

Jobs e Powell tiveram mais dois filhos, Erin, nascida em agosto de 1995, e Eve, nascida em maio de 1998. [284] A família morava em Palo Alto, Califórnia . [285] Um jornalista que cresceu localmente lembrou-se dele como o dono da casa com "as decorações [de Halloween] mais assustadoras de Palo Alto ... Não me lembro de tê-lo visto. Eu estava ocupado ficando apavorado". [286]

Embora bilionário, Jobs deixou claro que, como Bill Gates, a maior parte de sua fortuna monetária não seria deixada para os filhos. [287] [288] Esses líderes de tecnologia também tinham em comum outra área relacionada à família: os dois homens limitavam o acesso de seus filhos, conforme a idade, às mídias sociais, jogos de computador e Internet. [289] [290]

Honras e prêmios

Estátua de Jobs em Graphisoft Park, Budapeste [291]

Na cultura popular

Veja também

Referências

  1. ^ "The Walt Disney Company e Affiliated Companies - Board of Directors" . 14 de outubro de 2009. Arquivado do original em 14 de outubro de 2009 . Recuperado em 18 de setembro de 2018 .
  2. ^ "Steve Jobs: filho adotivo que nunca conheceu seu pai biológico" . Daily Telegraph . 6 de outubro de 2011. ISSN 0307-1235 . Recuperado em 18 de setembro de 2018 . 
  3. ^ a b c d e f "O 'pai da invenção ' " . Saudi Gazette . 18 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 1 de julho de 2015 . Recuperado em 27 de junho de 2015 .
  4. ^ a b Graff, Amy (18 de novembro de 2015). "A mídia social nos lembra que Steve Jobs era filho de um migrante sírio" . SFGate . Hearst Communications . Recuperado em 19 de maio de 2016 .
  5. ^ Baig, Edward C. "O pai biológico de Steve Jobs era um migrante sírio, alguns observam" . USA Today . Recuperado em 14 de fevereiro de 2020 .
  6. ^ Meer, Ameena (verão 1987). "Artistas em Conversação: Mona Simpson" . Bomba (20) . Recuperado em 7 de julho de 2015 .
  7. ^ a b c Shankland, Stephen. " Biografia de ' Steve Jobs': Uma riqueza de detalhes" . CNET .
  8. ^ a b Strochlic, Nina (23 de abril de 2015). "Steve Jobs Levou o Genocídio Armênio para o Pessoal" . The Daily Beast - via www.thedailybeast.com.
  9. ^ Isaacson, Walter (2015). Steve Jobs . Simon e Schuster . ISBN 9781501127625.p. 2
  10. ^ Pappas, Gregory (23 de abril de 2015). "A conexão quase grega de Steve Jobs e a conexão do falecido fundador da Apple com o genocídio armênio e a catástrofe de Smyrna" .
  11. ^ "A entrevista perdida: Steve Jobs nos diz o que realmente importa" . Forbes . 17 de novembro de 2011 . Recuperado em 12 de julho de 2015 .
  12. ^ "Steve Jobs: A história familiar exótica e trágica do tardio visionário da Apple" . HuffPost UK . 28 de agosto de 2012 . Recuperado em 7 de junho de 2021 .
  13. ^ a b c d e f g Brennan, Chrisann (2013). A mordida na maçã: uma memória da minha vida com Steve Jobs . Nova York: St. Martin's Press. p. 15. ISBN 9781250038760.
  14. ^ a b c Markoff, John (5 de outubro de 2011). "Steven P. Jobs, 1955–2011: Apple's Visionary Redefined Digital Age" . The New York Times .
  15. ^ Isaacson, Walter (2011). Steve Jobs . Simon e Schuster . ISBN 9781451648546. pp. 3-4
  16. ^ "Até a vida familiar estava cheia de drama - Últimas Notícias | Gadgets Agora" . Gadget agora . Recuperado em 14 de fevereiro de 2020 .
  17. ^ "Steve Jobs: Uma homenagem ao primo que nunca conheci" . gulfnews.com .
  18. ^ a b c d e f Schlender, Brent; Tetzeli, Rick (2015). Tornando-se Steve Jobs: a evolução de um arrogante imprudente em um líder visionário . Crown (ebook).
  19. ^ a b c Isaacson 2011 , p. 16
  20. ^ "trabalhou como maquinista" Brashares, Ann (2001). Steve Jobs: Pensa diferente . p. 8. ISBN 978-0761-31393-9.
  21. ^ "lutando como maquinista e depois vendedor de carros usados ​​.. empresa de finanças .. ganhou sua licença de corretor de imóveis. (mas) espiral descendente" Malone, Michael S. (1999). Loop infinito: como a empresa de informática mais insanamente grande do mundo enlouqueceu . ISBN 0-385-48684-7.
  22. ^ Isaacson 2011 , p. 5
  23. ^ DeBolt, Daniel (7 de outubro de 2011). "Steve Jobs chamava Mountain View de sua casa quando criança" . Mountain View Voice . Recuperado em 22 de janeiro de 2020 . Hatt se lembra de Jobs na escola primária Monta Loma e, de acordo com os registros de propriedades do condado, a família Jobs era dona de uma casa na Avenida Diablo 286 de 1959 a 1967.
  24. ^ a b Isaacson 2011 , pp. 5–6.
  25. ^ a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u Young, Jeffrey S. (1987). Steve Jobs: A jornada é a recompensa . Amazon Digital Services, edição de e-book de 2011 (originalmente Scott Foresman ).[ páginas necessárias ]
  26. ^ a b "A casa da infância de Steve Jobs torna-se um marco" . mercurynews.com . 29 de outubro de 2013.
  27. ^ a b Isaacson 2011 , pp. 12–13.
  28. ^ Isaacson 2015 , p. 13
  29. ^ Isaacson 2011 , pp. 13–14.
  30. ^ Isaacson 2011 , pp. 14.
  31. ^ a b c d "A velha garagem de Steve Jobs prestes a se tornar um pedaço da história" . mercurynews.com . 27 de setembro de 2013.
  32. ^ a b Isaacson 2015 , p. 19
  33. ^ "Steve Jobs e os primeiros anos da Apple" . O PC nasce . Joomla. Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 27 de março de 2012 .
  34. ^ McBurney, Sally (diretor) (2013). Steve Jobs 1994 Entrevista sem cortes com legendas em inglês (vídeo). Menlo Park, Califórnia: Silicon Valley Historical Association.
  35. ^ Isaacson 2015 , p. 30
  36. ^ Entrevista de Steve Jobs sobre a história da caixa azul . Associação Histórica do Vale do Silício. 19 de janeiro de 2009. Arquivado do original em 2 de abril de 2013 . Recuperado em 14 de junho de 2015 - via YouTube.
  37. ^ a b McBurney, Sally (diretor) (2013). Steve Jobs: Empreendedor Visionário (Vídeo). Menlo Park, Califórnia: Silicon Valley Historical Association.
  38. ^ Isaacson 2011 , p. 19
  39. ^ Isaacson 2011 , pp. 31–32.
  40. ^ Brennan, Chrisann (19 de outubro de 2011). "Empregos aos 17: Nerd, Poeta, Romântico" . Revista Rolling Stone . Arquivado do original em 25 de abril de 2012 . Recuperado em 9 de fevereiro de 2015 .
  41. ^ Blumenthal, Karen (2012). Steve Jobs, o homem que pensava diferente . A&C Black. ISBN 9781408832073. pp.271-272
  42. ^ Isaacson 2015 , p. 33
  43. ^ Isaacson 2015 , p. 37
  44. ^ Schlender 2016 , p. 30
  45. ^ a b Isaacson 2015 , pp. 40-41.
  46. ^ John Naughton (8 de outubro de 2011). "Steve Jobs: Discurso de formatura em Stanford, junho de 2005" . The Guardian . Londres. Arquivado do original em 11 de fevereiro de 2012.
  47. ^ Schlender, Brent (9 de novembro de 1998). "As Três Faces de Steve nesta conversa pessoal e exclusiva, o CEO da Apple reflete sobre a reviravolta e como um prodígio se tornou um velho profissional" . Fortune . Recuperado em 27 de junho de 2015 .
  48. ^ a b Isaacson 2011 , pp. 42–43.
  49. ^ a b c d "Uma entrevista exclusiva com Daniel Kottke" . Índia hoje . 13 de setembro de 2011. Arquivado do original em 18 de maio de 2012 . Recuperado em 27 de outubro de 2011 .
  50. ^ "Como a ruptura de Steve Wozniak definiu o futuro da Apple" . Gameinformer. 27 de junho de 2013. Arquivado do original em 1 de novembro de 2013 . Recuperado em 13 de fevereiro de 2014 .
  51. ^ "Cassidy sobre Nolan Bushnell: 'Steve era difícil', diz o homem que contratou Steve Jobs pela primeira vez" . Mercury News . 29 de março de 2013. Arquivado do original em 6 de dezembro de 2013 . Recuperado em 2 de abril de 2013 .
  52. ^ "O que realmente moldou a visão de Steve Jobs da Índia - Reinos da intuição ou as dores da barriga de Delhi?" . Economic Times . Índia. 25 de setembro de 2011. Arquivado do original em 11 de maio de 2012 . Recuperado em 27 de outubro de 2011 .
  53. ^ "Il santone della Silicon Valley che ha conquistato i tecno-boss" (em italiano). Repubblica.it. 9 de junho de 2008. Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 30 de agosto de 2011 .
  54. ^ "Vagando na Índia por 7 meses: Steve Jobs" . Yahoo News. 24 de outubro de 2011. Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 27 de outubro de 2011 .
  55. ^ Andrews, Amanda (14 de janeiro de 2009). "Steve Jobs, iGod da Apple: Perfil" . The Daily Telegraph . REINO UNIDO. Arquivado do original em 11 de maio de 2012 . Recuperado em 29 de outubro de 2009 .
  56. ^ "Perfil de Steve Jobs: o núcleo duro da Apple" . Edimburgo: Escocês de notícias. 11 de janeiro de 2009. Arquivado do original em 26 de setembro de 2011 . Recuperado em 29 de outubro de 2009 .
  57. ^ Markoff, John (2005). O que o Caxinguelê disse: Como a contracultura dos anos 60 moldou a indústria de computadores pessoais . Penguin Books . p. prefácio xix. ISBN 978-0-14-303676-0. Recuperado em 5 de outubro de 2011 .
  58. ^ "Papéis do Pentágono de Jobs: medo de sequestro, uso de drogas e uma multa por excesso de velocidade" . O Sydney Morning Herald . Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 12 de junho de 2012 .
  59. ^ Silberman, Steve (28 de outubro de 2011). "Que tipo de budista era Steve Jobs, realmente?" . NeuroTribes . Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 29 de dezembro de 2011 .
  60. ^ Burke, Daniel (2 de novembro de 2011). "Espiritualidade privada de Steve Jobs agora um livro aberto" . USA Today . Recuperado em 29 de dezembro de 2011 .
  61. ^ Isaacson 2011 , pp. 52–54.
  62. ^ Murphy, Conor. "A História do Breakout" . Peixe Grande . Big Fish Games, Inc . Recuperado em 22 de abril de 2015 .
  63. ^ " Cartas - Perguntas gerais respondidas " . Arquivado do original em 12 de junho de 2011 . Recuperado em 20 de junho de 2016 ., Woz.org
    Wozniak, Steve : " iWoz ", a: pp. 147-48, b: p. 180. WW Norton , 2006. ISBN 978-0-393-06143-7 Kent, Stevn: "The Ultimate History of Video Games", pp. 71-73. Three Rivers, 2001. ISBN 978-0-7615-3643-7 "Breakout" . História do Arcade. 25 de junho de 2002 . Recuperado em 19 de abril de 2010 . 
     

    "Jogos clássicos: uma história completa de breakout" . GameSpy. Arquivado do original em 23 de junho de 2014 . Recuperado em 19 de abril de 2010 .
  64. ^ Isaacson 2015 , pp. 104–107.
  65. ^ Linzmayer 2004 , pp. 5-6.
  66. ^ a b Linzmayer 2004 , pp. 6–8.
  67. ^ Linzmayer, Owen W. "Apple Confidential: The Real Story of Apple Computer, Inc" . The Denver Post . Arquivado do original em 20 de março de 2012.
  68. ^ Simon, Dan (24 de junho de 2010). "O jogador que fundou a Apple e saiu por US $ 800" . CNN. Arquivado do original em 10 de abril de 2014 . Recuperado em 24 de junho de 2010 .
  69. ^ "Como a Apple Computer obteve sua marca?" . Insider de estratégia de marca. 17 de novembro de 2011 . Recuperado em 6 de novembro de 2017 .
  70. ^ a b Linzmayer , pp. 5-7.
  71. ^ a b Schlender 2016 , pp. 39–40.
  72. ^ Isaacson 2015 , pp. 66–68.
  73. ^ Linzmayer , pp. 7-9.
  74. ^ a b Williams, Gregg; Moore, Rob (dezembro de 1984). "The Apple Story / Part 1: Early History" . BYTE (entrevista). p. A67 . Recuperado em 16 de novembro de 2019 .
  75. ^ Markoff, John (1 de setembro de 1997). "Um co-fundador 'desconhecido' sai após 20 anos de glória e turbulência" . The New York Times . Recuperado em 24 de agosto de 2011 .
  76. ^ "Negócios concluídos: Os capitalistas de risco contam sua história: HBS Arthur Rock em destaque" . HBS Working Knowledge .
  77. ^ Isaacson 2011 , pp. 81–83.
  78. ^ Linzmayer 2004 , p. 11
  79. ^ Linzmayer 2004 , p. 12
  80. ^ a b Wozniak, Steve. "woz.org: Comentário de e-mail: Por que os primeiros Apple II's não usavam Fãs?" . woz.org. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2015 . Recuperado em 10 de maio de 2015 .
  81. ^ Wozniak, Steve; Smith, Gina (2006). iWoz: Ícone de computador do gênio ao culto: como inventei o computador pessoal, co-fundei a Apple e me diverti fazendo isso . WW Norton & Company . ISBN 0-393-06143-4. OCLC  502898652 .
  82. ^ a b Reimer, Jeremy (15 de dezembro de 2005). “Participação total: 30 anos de participação no mercado de computadores pessoais” . Ars Technica . Condé Nast . Recuperado em 25 de maio de 2010 .
  83. ^ Edwards, Jim (26 de dezembro de 2013). "Estas fotos dos primeiros funcionários da Apple são absolutamente maravilhosas" . Business Insider . Recuperado em 19 de janeiro de 2015 .
  84. ^ a b Isaacson 2015 , pp. 88–89.
  85. ^ Metz, Rachel (15 de outubro de 2013). "A ex-namorada de Steve Jobs escreve memórias sobre a vida com o 'cruel' fundador da Apple" . The Guardian . Recuperado em 17 de janeiro de 2015 .
  86. ^ Bullock, Diane (31 de agosto de 2010). "Os filhos dos ícones de negócios: Lisa Brennan-Jobs" . Minyanville . Arquivado do original em 31 de agosto de 2012 . Recuperado em 6 de outubro de 2011 .
  87. ^ Isaacson 2015 , p. 93
  88. ^ "Máquina do ano: o computador se move". Time , 3 de janeiro de 1983
  89. ^ a b c Torna Jay. Relatado por Michael Moritz. " O livro atualizado de empregos " em "Máquina do ano: O computador se move". Time , 3 de janeiro de 1983: 27.
  90. ^ "Steve Jobs: Net Worth | Investopedia" . Investopedia . 14 de outubro de 2015 . Recuperado em 30 de julho de 2018 .
  91. ^ "Fotos: A Casa Histórica Demolida por Steve Jobs" . Com fio . 17 de fevereiro de 2011.
  92. ^ Isaacson 2015 , pp. 386–387.
  93. ^ Lee, Henry K. (15 de fevereiro de 2011). "A mansão histórica de Steve Jobs em Woodside foi demolida" . The San Francisco Chronicle .
  94. ^ a b c "Steve Wozniak em Newton, Tesla e por que o Macintosh original era um produto 'péssimo'" . 27 de junho de 2013. Arquivado do original em 12 de março de 2016 . Recuperado em 28 de junho de 2013 .
  95. ^ O'Grady, Jason D. (2009). A Apple Inc . ABC-CLIO. ISBN 9780313362446. pp. 8–10
  96. ^ Isaacson 2015 , pp. 109-112.
  97. ^ Linzmayer 2004 , pp. 110-113.
  98. ^ Isaacson 2015 , pp. 167-170.
  99. ^ Schlender, Brent; Tetzeli, Rick (2016). Tornando-se Steve Jobs: a evolução de um arrogante imprudente em um líder visionário . Crown Business; Edição de reimpressão. ISBN 9780385347426. pp.82-83
  100. ^ Hertzfeld, Andy . "The Times They Are A-Changin ' " . folklore.org. Arquivado do original em 4 de fevereiro de 2012.
  101. ^ Kahney, Leander (6 de janeiro de 2004). "Wired News: Somos todos usuários de Mac agora" . Notícias com fio . Arquivado do original em 4 de janeiro de 2014 . Recuperado em 20 de setembro de 2006 .
  102. ^ "As empresas mais admiradas da América: Linha do tempo da jornada de Jobs" . Fortune . Arquivado do original em 10 de abril de 2014 . Recuperado em 24 de maio de 2010 . Jobs e uma equipe de engenheiros visitam o Xerox PARC, onde veem uma demonstração do mouse e da interface gráfica do usuário
  103. ^ a b c Isaacson 2015 , pp. 185–187.
  104. ^ a b c Schlender 2016 , pp. 84–88.
  105. ^ Linzmayer 2004 , p. 98
  106. ^ "Machine That Mudou The World, The; Paperback Computer, The; Entrevista com Steve Jobs, 1990" . Abra o Vault . Arquivos e biblioteca de mídia WGBH . 14 de maio de 1990 . Recuperado em 15 de setembro de 2016 .
  107. ^ Robbeloth, DeWitt (outubro – novembro de 1985). "Para onde, Apple?" . II Computing . p. 8 . Recuperado em 28 de janeiro de 2015 .
  108. ^ Rice, Valerie (15 de abril de 1985). "Saída não reconhecida de funcionários do Apple II" . InfoWorld . p. 35 . Recuperado em 4 de fevereiro de 2015 .
  109. ^ Bunnell, David (30 de abril de 2010). "Capítulo 10: Steve manuseia o nariz no Apple II" . Meus encontros imediatos com Steve Jobs . Recuperado em 12 de novembro de 2019 - via Cult of Mac.
  110. ^ "Nunca deixei a Apple" . Woz.org . 3 de janeiro de 2018 . Recuperado em 12 de novembro de 2019 .
  111. ^ Krishnamoorthy, Anand; Li, Susan (6 de outubro de 2011). "A morte de Jobs foi como Lennon, JFK levando um tiro, afirma Wozniak" . Bloomberg Businessweek . Recuperado em 12 de novembro de 2019 .
  112. ^ a b c d e f Swaine, Michael e Paul Frieberger. Fire in the Valley: The Birth and Death of the Personal Computer , 3ª edição, Dallas: Pragmatic Bookshelf, 2014
  113. ^ Spector, G (24 de setembro de 1985). "Apple's Jobs abre nova empresa, visa o mercado de educação". Semana do PC . p. 109
  114. ^ Linzmayer 2004 , p. 208
  115. ^ Schwartz, John (24 de outubro de 1988). "Steve Jobs volta" . Newsweek . Palo Alto, Califórnia. p. Negócios . Recuperado em 20 de outubro de 2014 .
  116. ^ "Linha do tempo NeXT" . Recuperado em 21 de janeiro de 2015 .
  117. ^ Schlender, Brenton R. (13 de outubro de 1988). "Próximo projeto: a era da Apple atrás dele, Steve Jobs tenta novamente, usando um novo sistema" . The Wall Street Journal (Western ed.). Palo Alto, Califórnia: Dow Jones & Company Inc . p. Líder da primeira página . Recuperado em 20 de outubro de 2014 .
  118. ^ Rose, F. (23 de abril de 2009). Rose, Frank (24 de agosto de 2011). "O fim da inocência na Apple: o que aconteceu depois que Steve Jobs foi demitido" . Com fio . Arquivado do original em 7 de outubro de 2011 . Recuperado em 11 de março de 2017 .. Com fio .
  119. ^ "Bem-vindo a info.cern.ch: O site do primeiro servidor web do mundo" . CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear). 2008. Arquivado do original em 18 de janeiro de 2010 . Recuperado em 1 de novembro de 2011 .
  120. ^ Computimes . (31 de maio de 1990). Computação interpessoal - a terceira revolução? . New Straits Times . (230), 20; Schlender, BR, Alpert, M. (12 de fevereiro de 1990). Schlender, Brenton R. (12 de fevereiro de 1990). "Quem está à frente na guerra do computador" . CNN .. Fortune .
  121. ^ Stross, RE (1993). Steve Jobs e a grande novidade da NeXT . Ateneu. ISBN 978-0-689-12135-7 . pp. 117, 120, 246. 
  122. ^ a b O'Grady, J. (2008). Apple Inc. Greenwood Press. ISBN 978-0-313-36244-6 . [ páginas necessárias ] 
  123. ^ Linzmayer 2004 , p. 213.
  124. ^ Smith, Alvy Ray . "Documentos de Fundação da Pixar" . Página inicial de Alvy Ray Smith . Arquivado do original em 27 de abril de 2005 . Recuperado em 11 de janeiro de 2011 .
  125. ^ "Pixar 'Brave' homenageia Steve Jobs" . The Hollywood Reporter . 25 de maio de 2012.
  126. ^ Hill, Jim (5 de fevereiro de 2012). "A biografia de Steve Jobs revela como Michael Eisner tentou ativamente inviabilizar a aquisição da Pixar pela Disney em 2006" . Jim Hill Media. Arquivado do original em 24 de junho de 2012 . Recuperado em 10 de fevereiro de 2012 .
  127. ^ McClintock, Pamela (24 de fevereiro de 2013). "Oscar 2013: 'Brave' de Brenda Chapman vence uma vingança após ser despedida do projeto" . The Hollywood Reporter . Recuperado em 1º de maio de 2021 .
  128. ^ Wolff, Michael, "iPod, portanto, eu sou" . Vanity Fair . 10 de outubro de 2006. Arquivado do original em 28 de março de 2014., Vanity Fair , abril de 2006. Recuperado em 3 de setembro de 2010.
  129. ^ a b c Iger, Robert (18 de setembro de 2019). " ' Nós poderíamos dizer qualquer coisa um ao outro': Bob Iger se lembra de Steve Jobs" . Vanity Fair .
  130. ^ a b 25 de janeiro de 2006 "Disney compra Pixar por $ 7,4 bilhões" . Arquivado do original em 9 de novembro de 2013., rediff.com
  131. ^ "The Walt Disney Company - Biografia de Steve Jobs" .
    Holson, Laura M. (25 de janeiro de 2006). "Disney concorda em adquirir a Pixar em um acordo de US $ 7,4 bilhões" . The New York Times . Recuperado em 17 de janeiro de 2010 .
    "Pixar torna-se unidade da Disney" . The New York Times . Associated Press . 6 de maio de 2006 . Recuperado em 17 de janeiro de 2010 .
  132. ^ "Steve Jobs, 1955–2011" . Splashnogly. 6 de outubro de 2011. Arquivado do original em 7 de abril de 2012 . Recuperado em 15 de janeiro de 2012 .
  133. ^ "Transferências da participação de 7,7% da Disney de Jobs para a confiança liderada pela viúva Laurene" . Bloomberg . Arquivado do original em 10 de abril de 2014.
  134. ^ Norman, Floyd (January 19, 2009). "Steve Jobs: A Tough Act to Follow". Jim Hill Media. Archived from the original on May 8, 2010. Retrieved January 19, 2009.
  135. ^ Catmull, Edwin; Wallace, Amy (2014). Creativity, Inc.: Overcoming the Unseen Forces That Stand in the Way of True Inspiration. Transworld Publishers Limited. ISBN 978-0552167260.
  136. ^ Bort, Julie (June 5, 2014). "Steve Jobs Taught This Man How To Win Arguments With Really Stubborn People". Inc. Monsueto Ventures. Retrieved June 8, 2014.
  137. ^ Apple Computer, Inc. Finalizes Acquisition of NeXT Software Inc. at the Wayback Machine (archive index), Apple Inc., February 7, 1997. Retrieved June 25, 2006.
  138. ^ "Apple Formally Names Jobs as Interim Chief". The New York Times. September 17, 1997. Retrieved June 27, 2011.
  139. ^ "The once and future Steve Jobs". Salon.com. October 11, 2000. Archived from the original on April 16, 2009.
  140. ^ Norr, Henry (January 6, 2000). "MacWorld Expo/Permanent Jobs/Apple CEO finally drops 'interim' from title". San Francisco Chronicle. Archived from the original on November 2, 2011. Retrieved June 27, 2011.
  141. ^ "Jobs announces new MacOS, becomes 'iCEO'". CNN. January 5, 2000. Archived from the original on August 20, 2013.
  142. ^ Levy, Steven (1995). Insanely Great: The Life and Times of Macintosh, the Computer That Changed Everything. Penguin Books. p. 312. ISBN 978-0-14-023237-0.
  143. ^ "If Apple can go home again, why not Dell?". Archived from the original on October 10, 2011. Retrieved January 5, 2009. CNET News. May 19, 2008.
  144. ^ "Dell: Apple should close shop". CNET. Archived from the original on May 17, 2008.
  145. ^ Markoff, John (January 16, 2006). "Michael Dell Should Eat His Words, Apple Chief Suggests". The New York Times. Retrieved May 24, 2010.
  146. ^ "11 Presentation Lessons You Can Still Learn From Steve Jobs". Forbes. May 28, 2014. Retrieved June 16, 2014.
  147. ^ a b "Steve Jobs' black turtleneck reportedly explained in biography". The Los Angeles Times. October 11, 2011. Archived from the original on October 26, 2011. Retrieved October 14, 2011.
  148. ^ "Wear the Exact Outfit of Steve Jobs for $458". Gizmodo. February 28, 2006. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  149. ^ Liedtke, Michael (October 5, 2002). "Steve Jobs resigns from Gap's board". The Berkeley Daily Planet. Archived from the original on April 19, 2012. Retrieved December 23, 2011.
  150. ^ "New questions raised about Steve Jobs's role in Apple stock options scandal". December 28, 2006. Archived from the original on May 9, 2007.
  151. ^ "Apple restates, acknowledges faked documents". EE Times. December 29, 2006. Archived from the original on May 21, 2013. Retrieved January 1, 2007.
  152. ^ "Apple Improves Recycling Plan". PC Magazine. April 21, 2006. Archived from the original on October 20, 2008.
  153. ^ Nick Bilton, Bilton, Nick (August 9, 2011). "Apple Is the Most Valuable Company". The New York Times., New York Times, August 9, 2011
  154. ^ "7.30". ABCnet.au. October 6, 2011. Archived from the original on October 9, 2011. Retrieved November 12, 2011.
  155. ^ "Lateline: "Visionary Steve Jobs succumbs to cancer"". ABCnet.au. October 6, 2011. Archived from the original on October 9, 2011. Retrieved November 12, 2011.
  156. ^ "Live from Macworld 2007: Steve Jobs keynote". 2007. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  157. ^ "Group Wants $7B USD From Apple, Steve Jobs, Executives Over Securities Fraud". Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved July 2, 2008.
  158. ^ "Apple, Steve Jobs, Executives, Board, Sued For Securities Fraud". Archived from the original on May 19, 2009.
  159. ^ a b Andrew S. Ross (November 1, 2011). "Steve Jobs bio sheds light on Obama relationship". San Francisco Chronicle. Archived from the original on November 4, 2011. Retrieved November 12, 2011.
  160. ^ a b c d Evangelista, Benny (August 2, 2004). "Apple's Jobs has cancerous tumor removed". San Francisco Chronicle. p. A1. Archived from the original on August 18, 2006. Retrieved August 9, 2006.
  161. ^ "Steve Jobs and the Celebrity Diagnosis Complete Guide to Tumors of the Pancreas". Celebrity Diagnosis. October 6, 2011. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved November 12, 2011.
  162. ^ Elkind, Peter (March 5, 2008). "The trouble with Steve Jobs". Fortune. Archived from the original on May 18, 2010. Retrieved March 5, 2008.
  163. ^ Fiore, Kristina (December 28, 2012). "Jobs Leaves Lessons for Cancer Care". MedPage Today. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved July 14, 2013.
  164. ^ Gorski, David (October 31, 2011). ""And one more thing" about Steve Jobs' battle with cancer". Science-Based Medicine. Archived from the original on May 11, 2020. Retrieved October 9, 2020.
  165. ^ Physician Biography for Barrie R. Cassileth. Archived November 13, 2011, at the Wayback Machine
  166. ^ Liz Szabo (June 18, 2013). "Book raises alarms about alternative medicine". USA Today. Retrieved June 19, 2013.
  167. ^ Ned Potter. "Steve Jobs Regretted Delaying Cancer Surgery 9 Months, Biographer Says". ABC News. Archived from the original on April 10, 2014. ABC News October 20, 2011
  168. ^ "Bio Sheds Light on Steve Jobs' Decision to Delay Cancer Surgery, Pursue Herbal Remedies". Fox News. October 20, 2011. Archived from the original on June 26, 2012. Associated Press October 20, 2011
  169. ^ "Pancreatic Cancer Treatment". Mayo Clinic. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  170. ^ Markoff, John (July 23, 2008). "Talk of Chief's Health Weighs on Apple's Share Price". The New York Times.
  171. ^ a b Elmer, Philip (June 13, 2008). "Steve Jobs and Whipple". Fortune. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  172. ^ Kahney, Leander (August 8, 2006). "Has Steve Jobs Lost His Magic?". Cult of Mac. Wired News. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved August 8, 2006. Looking very thin, almost gaunt, Jobs used the 90-minute presentation to introduce a new desktop Mac and preview the next version of Apple's operating system, code-named Leopard.
  173. ^ Meyers, Michelle. "Jobs speech wasn't very Jobs-like". BLOGMA. CNET News.com. Archived from the original on December 25, 2007. Retrieved August 8, 2006. [The audience was] uninspired (and concerned) by Jobs's relatively listless delivery
  174. ^ Saracevic, Al (August 9, 2006). "Where's Jobs' Mojo?". San Francisco Chronicle. p. C1. Archived from the original on January 28, 2012. Retrieved August 9, 2006.
  175. ^ Cheng, Jacqui (August 8, 2006). "What happened to The Steve we know and love?". Ars Technica. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved August 8, 2006.
  176. ^ Claburn, Thomas (August 11, 2006). "Steve Jobs Lives!". InformationWeek. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved October 9, 2007.
  177. ^ "Business Technology: Steve Jobs's Appearance Grabs Notice, Not Just the IPhone". The Wall Street Journal. Archived from the original on April 26, 2009. Retrieved April 19, 2010.
  178. ^ "Apple says Steve Jobs feeling a little under the weather". Archived from the original on April 10, 2014. in AppleInsider.
  179. ^ "Steve Jobs and Apple". Archived from the original on April 10, 2014. Marketing Doctor Blog. July 24, 2008.
  180. ^ "Steve Jobs Did Not Have 'Pancreatic Cancer'". Medpagetoday.com. January 24, 2011. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved November 12, 2011.
  181. ^ Joe Nocera (July 26, 2008). "Apple's Culture of Secrecy". The New York Times. While his health problems amounted to a good deal more than 'a common bug,' they weren't life-threatening and he doesn't have a recurrence of cancer.
  182. ^ "Steve Jobs's Obituary, As Run By Bloomberg". Gawker Media. August 27, 2008. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved August 28, 2008.
  183. ^ "Bloomberg publishes Jobs obit but why?". Zdnet Blogs. ZDnet. August 28, 2008. Archived from the original on August 31, 2008. Retrieved August 29, 2008.
  184. ^ Mikkelson, Barbara (September 26, 2007). "And Never The Twain Shall Tweet". Snopes.com. Archived from the original on August 22, 2011. Retrieved November 2, 2012.
  185. ^ "Apple posts 'Lets Rock' event video". Macworld. September 10, 2008. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved September 11, 2008.
  186. ^ "Live from Apple's "spotlight turns to notebooks" event". Engadget. October 14, 2008. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 14, 2008.
  187. ^ Stone, Brad (December 17, 2008). "Apple's Chief to Skip Macworld, Fueling Speculation". The New York Times. Retrieved May 24, 2010.
  188. ^ "Steve Jobs' Health Declining Rapidly, Reason for Macworld Cancellation". Gizmodo. December 30, 2008. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  189. ^ "Apple's Jobs admits poor health". BBC News. January 5, 2009. Archived from the original on August 25, 2011. Retrieved January 5, 2009.
  190. ^ Jobs, Steve (January 5, 2009). "Letter from Apple CEO Steve Jobs" (Press release). Apple Inc. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved January 20, 2009.
  191. ^ a b "Apple Media Advisory" (Press release). Apple Inc. January 14, 2009. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved January 14, 2009.
  192. ^ "I BEG YOU, mighty Jobs, TAKE MY LIVER, Cook told Apple's dying co-founder". The Register. March 13, 2015.
  193. ^ a b "Steve Jobs recovering after liver transplant". CNN. June 23, 2009. Archived from the original on March 31, 2014. Retrieved April 19, 2010.
  194. ^ "Liver Transplant in Memphis: Jobs' was Sickest Patient on Waiting List". Celebrity Diagnosis. June 24, 2009. Archived from the original on June 24, 2012.
  195. ^ Grady, Denise; Meier, Barry (June 22, 2009). "A Transplant That Is Raising Many Questions". The New York Times.
  196. ^ Helft, Miguel (January 17, 2010). "Apple Says Steve Jobs Will Take a New Medical Leave". The New York Times. Retrieved January 17, 2010.
  197. ^ "Steve Jobs to take medical leave of absence but remain Apple CEO". Archived from the original on February 4, 2012.
  198. ^ Abell, John (June 8, 2011). "Video: Jobs Pitches New 'Mothership' to Approving Cupertino City Council". Wired. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved June 9, 2011.
  199. ^ Letter from Steve Jobs To the Apple Board of Directors and the Apple Community (resignation letter August 24, 2011) Archived April 15, 2012, at WebCite
  200. ^ "Apple Resignation Letter" (Press release). Apple Inc. Archived from the original on April 15, 2012. Retrieved August 29, 2011.
  201. ^ "Steve Jobs Resigns as CEO of Apple" (Press release). Apple Inc. August 24, 2011. Archived from the original on April 15, 2012. Retrieved August 24, 2011.
  202. ^ Biddle, Sam (October 19, 2011). "Steve Jobs Worked the Day Before He Died". Gizmodo. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 21, 2011.
  203. ^ Gupta, Poornima (August 18, 2011). "Steve Jobs Quits". Reuters. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved August 25, 2011.
  204. ^ Siegler, M.G. "Steve Jobs Resigns As CEO of Apple". TechCrunch. Archived from the original on August 25, 2011. Retrieved August 25, 2011.
  205. ^ "Rare Pancreatic Cancer Caused Steve Jobs' Death" (Press release). Voice of America. October 7, 2011. Archived from the original on January 24, 2012. Retrieved October 7, 2011.
  206. ^ Rushe, Dominic (October 6, 2011). "Steve Jobs, Apple co-founder, dies at 56". The Guardian. UK. Archived from the original on June 19, 2013.
  207. ^ Gullo, Karen (October 10, 2011). "Steve Jobs Died at Home of Respiratory Arrest Related to Pancreatic Cancer". Bloomberg L.P. Archived from the original on February 10, 2012. Retrieved February 10, 2012.
  208. ^ a b c d Simpson, Mona (October 30, 2011). "A Sister's Eulogy for Steve Jobs". The New York Times. Retrieved October 30, 2011.
  209. ^ Ian Sherr; Geoffrey A. Fowler (October 7, 2011). "Steve Jobs Funeral Is Friday". The Wall Street Journal. Archived from the original on August 13, 2013.
  210. ^ Cook, Tim (October 5, 2011). "Statement by Apple's Board of Directors" (Press release). Apple Inc. Archived from the original on April 25, 2012. Retrieved October 5, 2011.
  211. ^ "Pixar Animation Studios". Pixar. Archived from the original on June 8, 2012. Retrieved April 18, 2013.
  212. ^ "Remembering Steve Jobs". Apple Inc. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 10, 2011.
  213. ^ "Apple flies flags at half staff for Steve Jobs". KOKI-TV. October 6, 2011. Archived from the original on August 13, 2013. Retrieved October 29, 2011.
  214. ^ "Microsoft lowers flags to half staff in tribute to Steve Jobs". Network World. October 6, 2011. Archived from the original on November 9, 2013. Retrieved October 29, 2011.
  215. ^ "Disney World flags at half-staff in memory of Steve Jobs". Bay News 9. October 6, 2011. Archived from the original on December 13, 2011. Retrieved October 29, 2011.
  216. ^ Pepitone, Julianne (October 6, 2011). "Steve Jobs: The homepage tributes". CNN. Archived from the original on April 25, 2012. Retrieved January 10, 2012.
  217. ^ "Apple website pays tribute to Steve Jobs". The Times of India. India. October 5, 2011. Archived from the original on April 25, 2012. Retrieved October 7, 2011.
  218. ^ "Remembering Steve Jobs". Apple Inc. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 6, 2011.
  219. ^ a b "A Celebration of Steve's Life". Archived from the original on December 29, 2013. Apple.com Retrieved October 26, 2011
  220. ^ Fernandez, Sofia M. (October 14, 2011). "Private Steve Jobs Memorial Set for Oct. 16 – The Hollywood Reporter". The Hollywood Reporter. Archived from the original on December 31, 2013. Retrieved November 12, 2011.
  221. ^ "Steve Jobs Memorial Service To Be Held Oct. 16". The Wall Street Journal. October 15, 2011. Archived from the original on August 13, 2013. Retrieved November 12, 2011.
  222. ^ Vascellaro, Jessica E. (October 17, 2011). "Steve Jobs's Family Gave Moving Words at Sunday Memorial – Digits – WSJ". The Wall Street Journal. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved November 12, 2011.
  223. ^ Wadhwa, Hitendra (June 21, 2015). "Steve Jobs's Secret to Greatness: Yogananda". Inc. Retrieved June 23, 2015.
  224. ^ Wozniak Tearfully Remembers His Friend Steve Jobs. YouTube. October 6, 2011.
  225. ^ Patricia Sellers (October 6, 2011). "George Lucas on Steve Jobs". Fortune. Archived from the original on January 28, 2012. Retrieved October 6, 2011.
  226. ^ "Steve Jobs". Thegatesnotes.com. October 5, 2011. Archived from the original on January 27, 2012. Retrieved November 12, 2011.
  227. ^ "Statement by the President on the Passing of Steve Jobs". whitehouse.gov (Press release). October 5, 2011. Archived from the original on February 10, 2021 – via National Archives.
  228. ^ "Steve Jobs Died of Respiratory Arrest Amid Pancreatic Tumor". ABC News. October 10, 2011. Archived from the original on April 25, 2012. Retrieved November 12, 2011.
  229. ^ Gupta, Poornima (October 10, 2011). "Steve Jobs died of respiratory arrest, tumor". Reuters. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved September 21, 2012.
  230. ^ Celebrating Steve | October 5 | Apple, retrieved October 20, 2021
  231. ^ a b "Steve Jobs' autobiography: a chronicle of a complex genius". The Hindu. Chennai, India. October 24, 2011. Archived from the original on November 9, 2013.
  232. ^ Shontell, Alyson. "This Man Could Have Made $30 Million Per Year As Apple's Designer — But He Turned Steve Jobs Down". Business Insider.
  233. ^ "What Made Steve Jobs So Great?". Fast Company. August 24, 2011. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved August 21, 2012.
  234. ^ a b "Does Steve Jobs know how to code?". Archived from the original on October 31, 2013. Retrieved August 21, 2012.
  235. ^ "Searching for Magic in India and Silicon Valley: An Interview with Daniel Kottke, Apple Employee #12". August 9, 2012. Archived from the original on January 11, 2014. Retrieved August 30, 2012.
  236. ^ "Portfolio of over 300 patents underscores Steve Jobs' attention to detail". Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved September 26, 2012.
  237. ^ a b "U.S. Government patent database". Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved August 29, 2011.
  238. ^ "U.S. Government patent application database". Archived from the original on April 20, 2012. Retrieved August 29, 2011.
  239. ^ "United States Patent 8,032,843, Ording, et al., October 4, 2011, "User interface for providing consolidation and access"". Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved November 21, 2017.
  240. ^ "Steve Jobs Told Me Why He Loved Being A CEO". Business Insider. Archived from the original on August 6, 2011. Retrieved February 2, 2013. He told me once that part of the reason he wanted to be CEO was so that nobody could tell him that he wasn't allowed to participate in the nitty-gritty of product design", Reid writes. "He was right there in the middle of it. All of it. As a team member, not as CEO. He quietly left his CEO hat by the door, and collaborated with us.
  241. ^ Kachka, Boris (August 26, 2015). "How Kate Winslet Won a Role in Steve Jobs and Managed All That Sorkin Dialogue". Vulture. Archived from the original on June 18, 2016. Retrieved December 28, 2017.
  242. ^ Rosenwald, Michael S. (October 24, 2011). "Walter Isaacson's 'Steve Jobs' biography shows Apple co-founder's genius, flaws". The Washington Post. Retrieved September 16, 2012.
  243. ^ "Steve Jobs Still Wins Plenty of Patents – MIT Technology Review". MIT Technology Review. Retrieved January 21, 2015.
  244. ^ Isaacson 2015, pp. 73–83.
  245. ^ Christoph Dernbach (October 12, 2007). "Apple Lisa". Mac History. Retrieved November 15, 2012.
  246. ^ Apple Lisa computer
  247. ^ Simon, Jeffrey S.; Young, William L. (April 14, 2006). iCon: Steve Jobs, the greatest second act in the history of business (Newly updated ed.). Hoboken, NJ: Wiley. p. 70. ISBN 978-0471787846.
  248. ^ Linzmayer 2004, p. 79.
  249. ^ Polsson, Ken (July 29, 2009). "Chronology of Apple Computer Personal Computers". Archived from the original on August 21, 2009. Retrieved August 27, 2009. See May 3, 1984.
  250. ^ Linzmayer 2004, p. 113.
  251. ^ Maney, Kevin (January 28, 2004). "Apple's '1984' Super Bowl commercial still stands as watershed event". USA Today. Retrieved April 11, 2010.
  252. ^ Leopold, Todd (February 3, 2006). "Why 2006 isn't like '1984'". CNN. Retrieved May 10, 2008.
  253. ^ Creamer, Matthew (March 1, 2012). "Apple's First Marketing Guru on Why '1984' Is Overrated". Ad Age. Retrieved April 19, 2015.
  254. ^ Cellini, Adelia (January 2004). "The Story Behind Apple's '1984' TV commercial: Big Brother at 20". MacWorld. 1 (21). p. 18. Archived from the original on June 28, 2009. Retrieved May 9, 2008.
  255. ^ Long, Tony (January 22, 2007). "Jan. 22, 1984: Dawn of the Mac". Wired. Retrieved April 11, 2010.
  256. ^ Reimer, Jeremy (December 14, 2005). "Total share: 30 years of personal computer market share figures". Ars Technica. Retrieved April 16, 2015.
  257. ^ Carter, Mia. "Steve Jobs: 10 Products that Define this Tech Legend". Inventions and Discoveries. Archived from the original on April 4, 2012. Retrieved March 27, 2012.
  258. ^ "Steve Jobs Introduces NeXTComputer". Archived from the original on April 7, 2013. Retrieved April 7, 2013. Steve Jobs unveiled the NeXT, the computer he designed after moving on from Apple Computer Inc...
  259. ^ Hoppel, Adrian. "Magical Inventions of Steve Jobs". Best Inventions of Steve Jobs. Magical Inventions of Steve Jobs. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved March 27, 2012.
  260. ^ Paola Antonelli, Paola (April 2006). "iMac – 1998". MetropolisMag. Archived from the original on May 11, 2013. Retrieved March 28, 2012.
  261. ^ Michael (August 7, 2007). "Apple History: Evolution of the iMac". Apple Gazette. Apple Gazette. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  262. ^ "iPod First Generation". iPod History. iPod History. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  263. ^ a b Block, Ryan. "The iPod family cemetery". iPods. EndGadget. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  264. ^ Asiado, Tel (August 24, 2011). "Steve Jobs: 10 Products that Define this Tech Legend". Inventions and Discoveries. Archived from the original on April 4, 2012. Retrieved March 27, 2012.
  265. ^ Ha, Peter (October 25, 2010). "All-TIME 100 Gadgets - TIME". Time. ISSN 0040-781X. Retrieved October 9, 2021.
  266. ^ a b "iPhone History – Read About The iPhone Story Here". The Apple Biter's Blog. November 4, 2011. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 15, 2014.
  267. ^ "iPhone History and Development". iPhone apps, tricks, tips, and hacks. Apple iPhone Blog. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  268. ^ "iPhone 3GS". iPhone News. iPhoneHistory. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  269. ^ "iPhone 4 Tech Specs". Apple. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved March 28, 2012.
  270. ^ "The iPad's 5th anniversary: a timeline of Apple's category-defining tablet". The Verge. April 3, 2015. Retrieved April 17, 2015.
  271. ^ Brennan, Chrisann. The Bite in the Apple: A Memoir of My Life with Steve Jobs. St. Martin's Griffin. p. 220.
  272. ^ a b c Isaacson 2011, pp. 253–255.
  273. ^ Isaacson 2015, pp. 253–255.
  274. ^ a b Isaacson 2015, p. 254.
  275. ^ a b c d e Isaacson 2015, p. 258.
  276. ^ a b c Isaacson 2015, p. 255.
  277. ^ a b c Isaacson 2015, p. 253.
  278. ^ Isaacson 2015, p. 256.
  279. ^ a b c d e f g Isaacson 2015, p. 257.
  280. ^ Conversations: Malek Jandali, Mona Simpson, & James Gelvin (UCLA Hammer Museum event). Hammer.UCLA.edu. Retrieved October 2, 2018.
  281. ^ Isaacson 2015, p. 274.
  282. ^ Linzmayer, Owen W. (2004). Apple Confidential 2.0: The Definitive History of the World's Most Colorful Company. No Starch Press. ISBN 978-1-59327-010-0. Retrieved April 15, 2014. p.81
  283. ^ "Steve Jobs' Childhood Home Draws Tourists; Stepmom Laments Resignation". Los Altos, CA Patch. August 25, 2011.
  284. ^ Linzmayer 2004, p. 81.
  285. ^ "Laurene Powell Jobs – PARSA". PARSA Community Foundation. 2006. Archived from the original on September 14, 2010. Retrieved July 8, 2008.
  286. ^ Kadifa, Margaret (October 29, 2015). "Halloween at Steve Jobs' house". Houston Chronicle. Retrieved December 2, 2015.
  287. ^ Gelles, David (February 27, 2020). "Laurene Powell Jobs Is Putting Her Own Dent in the Universe: An interview with the 35th-richest person in the world". The New York Times.
  288. ^ Hartmans, Avery (February 28, 2020). "Laurene Powell Jobs says she won't pass on billions to her children". Business Insider. It ends with me
  289. ^ Rabbi Jonathan Schwartz, PsyD. (Spring 1979). "Reclaiming happiness in the digital age". Jewish Action (OU). pp. 68–72. Both Bill Gates and Steve Jobs ... raised their children with serious limits on their Internet, social media and gaming access.
  290. ^ Akhtar, Allana; Ward, Marguerite (May 15, 2020). "Bill Gates and Steve Jobs raised their kids with limited tech — and it should have been a red flag about our own smartphone use". Business Insider.
  291. ^ "Steve Jobs statue unveiled in Hungary science park". GlobalPost. December 21, 2011. Archived from the original on January 10, 2012. Retrieved December 28, 2011.
  292. ^ "The National Medal of Technology Recipients 1985 Laureates". Uspto.gov. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  293. ^ "National Winners | public service awards". Jefferson Awards.org. Archived from the original on February 4, 2012. Retrieved April 19, 2010.
  294. ^ Bo Burlingham and George Gendron (April 1, 1989). "The Entrepreneur of the Decade". Inc. magazine. Archived from the original on June 24, 2012. Retrieved October 8, 2011.
  295. ^ "Reed College Convocation". Apple iTunes. Portland, Oregon: Reed College. August 27, 1991. Retrieved December 6, 2016.
  296. ^ "25 most powerful people in business – #1: Steve Jobs". Fortune. Archived from the original on April 10, 2014. Retrieved April 19, 2010.
  297. ^ "Jobs inducted into California Hall of Fame". Archived from the original on January 10, 2008., California Museum. Retrieved 2007.
  298. ^ Arico, Joe (December 22, 2011). "Steve Jobs Wins Special Grammy". Mobiledia.com. Archived from the original on September 6, 2012. Retrieved December 28, 2011.
  299. ^ "2012 EDISON AWARDS WINNERS ANNOUNCED" (PDF). p. 1. Retrieved October 19, 2021.
  300. ^ Ford, Rebecca (July 10, 2013). "Steve Jobs, Billy Crystal to Receive Disney Legends Awards". The Hollywood Reporter. Archived from the original on April 4, 2014. Retrieved July 18, 2013.
  301. ^ "Apple Park's Steve Jobs Theater opens to host 2017 keynote". Dezeen. September 12, 2017. Retrieved January 4, 2018.

External links

Business positions
Preceded by CEO of Apple
1997–2011
Succeeded by
Preceded by
Apple Chairman
1985
Succeeded by
Preceded by
Apple Chairman
2011
Succeeded by