Fluxograma de processo

Fluxograma de processo é o uso de auxílios computacionais para realizar balanceamento de calor e massa em estado estacionário, dimensionamento e cálculos de custo para um processo químico . É um componente essencial e central do design de processos .

O esforço de design do processo pode ser dividido em três etapas básicas

Síntese

A síntese é a etapa onde a estrutura do fluxograma é escolhida. É também nesta etapa que se inicializam valores para variáveis ​​que podem ser definidas livremente.

Análise

A análise geralmente é composta de três etapas

  • Resolvendo balanços de calor e materiais
  • Dimensionar e custear os equipamentos e
  • Avaliando o valor econômico, segurança, operabilidade , etc. do fluxograma escolhido

Otimização

A otimização envolve tanto a otimização estrutural do próprio fluxograma quanto a otimização dos parâmetros em um determinado fluxograma. No primeiro caso poderá alterar o equipamento utilizado e/ou suas ligações com outros equipamentos. Neste último pode-se alterar os valores de parâmetros como temperatura e pressão. A otimização de parâmetros é um estágio teórico mais avançado do que a otimização do fluxograma de processo.

Projeto de design de planta

O primeiro passo na sequência que leva à construção de uma planta de processo e à sua utilização na fabricação de um produto é a concepção de um processo. O conceito é incorporado na forma de um “fluxograma”. O desenho do processo prossegue então com base no fluxograma escolhido. Os dados de propriedades físicas são o outro componente necessário para o design do processo, além de um fluxograma. O resultado do design do processo é um diagrama de fluxo do processo , PFD. Começa então a engenharia detalhada do projeto e das especificações da embarcação. O fluxograma do processo termina no ponto de geração de um PFD adequado. [1]

Os programas de fluxogramas de uso geral tornaram-se utilizáveis ​​e confiáveis ​​por volta de 1965-1970.

Veja também

Referências

  1. ^ Westerberg, AW (1979). Fluxograma de Processo . Imprensa das Universidades de Cambridge. ISBN 0-521-22043-2.
  • Westerberg AW, Hutchinson HP, Motard RL e Winter P., (1979), "Process Flowsheeting", Cambridge Universities Press, ISBN 0-521-22043-2 
  • Veverka VV e Madron, F. (1997), "Balanceamento de materiais e energia nas indústrias de processo", Elsevier, ISBN 0-444-82409-X 
  • Babu, BV (2004), "Simulação de planta de processo", Oxford Universities Press, ISBN

links externos

  • Desenvolvimento de fluxograma de processo utilizando software de simulação de processos
Obtido em "https://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Process_flowsheeting&oldid=1089481013"