Lucy Suchman

Da Wikipédia, a enciclopédia livre
Ir para a navegação Saltar para pesquisar

Lucy Suchman
Lucy Suchman.jpeg
Lucy Suchman
Nascer
Ítaca, Nova York
OcupaçãoProfessor, antropólogo
EmpregadorUniversidade de Lancaster
Conhecido porInteração humano-computador
Local na rede Internetlancs .ac .uk /fass /sociology /profiles /31 /

Lucy Suchman é professora de Antropologia da Ciência e Tecnologia no Departamento de Sociologia da Lancaster University , no Reino Unido. [1]

Sua pesquisa atual estende seu compromisso crítico de longa data com o campo da interação humano-computador para o domínio da luta de guerra contemporânea, incluindo problemas de 'consciência situacional' em treinamento e simulação militar e no projeto e implantação de sistemas de armas automatizados. No centro desta pesquisa está a questão de quais corpos são incorporados aos sistemas militares, como e com quais consequências para a justiça social e a possibilidade de um mundo menos violento. [2] Suchman é membro do Comitê Internacional para Controle de Armas Robóticas [3] e autor do blog dedicado aos problemas da robótica ética e 'tecnoculturas de máquinas humanas' [4]

Antes de vir para Lancaster, ela trabalhou por 22 anos no Centro de Pesquisa de Palo Alto da Xerox (PARC) na Califórnia, onde ocupou os cargos de Cientista Principal e Gerente do grupo de pesquisa de Práticas de Trabalho e Tecnologia. [1] [5] Enquanto no PARC, ela conduziu um estudo etnográfico influente, usando vídeo, de trabalhadores de escritório lutando para usar uma copiadora, hoje muitas vezes referido como um dos primeiros exemplos de etnografia corporativa. [6] [7] [8]

Suchman é graduada pela Universidade da Califórnia, Berkeley , obtendo seu bacharelado em 1972, mestrado em 1977 e doutorado em Antropologia Social e Cultural em 1984. [2] Enquanto em Berkeley, ela escreveu sua dissertação sobre as práticas de trabalho dos contadores. Ela estudou o trabalho processual de escritório para entender como ele era semelhante e diferente de um programa, suposições em torno do trabalho e como o trabalho informava o design desses sistemas.

Pesquisa

As primeiras pesquisas de Suchman foram fortemente influenciadas pela etnometodologia , um subcampo da sociologia que argumentava que as pessoas criam ações significativas improvisando com base em seus recursos sociais e ambientais. O livro de Suchman, Planos e ações situadas: o problema da comunicação homem-máquina (1987), forneceu fundamentos intelectuais para o campo da interação homem-computador (HCI) . Ela desafiou suposições comuns por trás do design de sistemas interativos com um argumento antropológico convincente de que a ação humana é constantemente construída e reconstruída a partir de interações dinâmicas com os mundos material e social. A teoria da cognição situadaenfatiza a importância do ambiente como parte integrante do processo cognitivo . Ela fez contribuições fundamentais para a análise etnográfica, análise conversacional e técnicas de Design Participativo para o desenvolvimento de sistemas computacionais interativos. [2] [9]

Uma versão atualizada do livro foi publicada em 2007. Esta segunda edição, chamada Reconfigurações Homem-Máquina: Planos e Ação Situada , incluiu cinco novos capítulos explorando desenvolvimentos no campo da tecnologia de computação e estudos sociais desde meados da década de 1980. [2] Especificamente, Suchman abordou o relacionamento e as interações entre humanos e máquinas com foco na ideia de máquinas semelhantes a humanos. [10] Sua pesquisa posterior é dedicada a problemas de autonomia e controle na interação humano-tecnologia com ênfase em sistemas de armas autônomos. [11]

Afiliações profissionais

Em 1988, Suchman atuou como Presidente do Programa para a Segunda Conferência sobre Trabalho Cooperativo Suportado por Computador. [2] Ela também atuou como Presidente do Programa para a primeira Conferência sobre Projeto Participativo de Sistemas Computacionais. [2] Entre 1982 e 1990, Suchman fez parte do conselho de administração do Computer Professionals for Social Responsibility, um grupo que ela ajudou a formar. [2] Suchman é atualmente membro do Comitê Internacional para Controle de Armas Robóticas. [2] Além disso, ela atua como Editora Colaboradora de Estudos Sociais da Ciência . [2]

Suchman também é afiliado a várias instituições acadêmicas. Ela atuou como presidente da Society for Social Studies of Science de 2016 a 2017. Ela atuou como pesquisadora sênior visitante do King's College London's Work, Interaction and Technology Research Group e como professora adjunta do Interaction Design and Work Practice Laboratory na Universidade de Tecnologia de Sydney. [2] Suchman atualmente atua como Professor Adjunto na Universidade de TI de Copenhague , na Dinamarca. [2]

Publicações

  • Suchman, L. (1987) Planos e ações situadas: O problema da comunicação homem-máquina. Cambridge University Press, Nova York.
  • Suchman, L. (1993) Resposta à ação situada de Vera e Simon: uma interpretação simbólica. Ciência Cognitiva, 17:71-75, 1993.
  • Suchman, L. (1995) Tornando o trabalho visível. Comunicações da ACM, 38 (9). págs. 56–61+.
  • Suchman, L. (1995) Representações do Trabalho (Relatório Especial). Comunicações da ACM, 38 (9). págs. 33-68.
  • Suchman, L. e Blomberg, J. e Orr, JE (1999) Reconstruindo tecnologias como prática social. O Cientista Comportamental Americano, 43 (3). págs. 392–408.
  • Suchman, L. (2000) Práticas Incorporadas de Trabalho de Engenharia. Mente, Cultura e Atividade, 7 (1&2). págs. 4–18.
  • Suchman, L. (2000) Fazendo um caso: conhecimento e rotina de trabalho na produção de documentos. In: Estudos do local de trabalho: recuperando a prática de trabalho e informando o design do sistema. Cambridge University Press, Cambridge, pp. 29-45.
  • Suchman, L. (2000) Organizando o alinhamento: um caso de construção de pontes. Organização, 7 (2). pp. 311-327.
  • Suchman, L. e Bishop, L. (2000) Problematizando 'Inovação' como um Projeto Crítico. Análise de Tecnologia e Gestão Estratégica, 12 (3). pp. 327-333.
  • Suchman, L. (2002) Projeto baseado na prática de sistemas de informação: notas do mundo hiperdesenvolvido. A Sociedade da Informação, 18 (2). págs. 139–144.
  • Suchman, LA e Blomberg, J. e Trigg, R. (2002) Working Artefacts: Ethnomethods of the prototype. British Journal of Sociology, 53 (2). págs. 163-179.
  • Suchman, L. (2003) Figurando serviço em discursos de TIC: o caso do agente de software. In: Discursos Globais e Organizacionais sobre Tecnologia da Informação. Federação Internacional para Processamento de Informação. Kluwer, Dordrecht, Holanda, pp. 15–32.
  • Suchman, L. (2003) Organizando o alinhamento. In: Conhecer nas organizações: uma abordagem baseada na prática. ME Sharpe, Londres, pp. 187-203.
  • Suchman, L. (2004) Descentralizando o gerente/designer. In: Gerenciar como projetar. Stanford Business Books, Stanford, pp. 169-73.
  • Suchman, L. (2004) Métodos e loucura. In: Primeira pessoa: novas mídias como história, performance e jogo. MIT Press, Londres, pp. 95-98.
  • Suchman, L. (2004) Falando coisas. In: Primeira pessoa: novas mídias como história, performance e jogo. MIT Press, Londres, pp. 262-265.
  • Suchman, L. (2005) Objetos Afiliativos. Organização, 12 (3). págs. 379–399.
  • Suchman, L. (2006) "Wajcman confronta o ciberfeminismo." Estudos Sociais da Ciência.
  • Suchman, L. (2007) Feminista STS e as Ciências do Artificial. In: Novo Manual de Estudos de Ciência e Tecnologia. Imprensa do MIT.
  • Suchman, L. (2007) Reconfigurações Homem-Máquina. Cambridge University Press, Nova York.
  • Suchman, L. (2011) Prática e seus transbordamentos: reflexões sobre ordem e desordem. TECNOSCIENZA: Revista Italiana de Estudos de Ciência e Tecnologia, 2(1):21–30.
  • Suchman, L. (2011) Deslocações antropológicas e os limites do design. Revisão Anual de Antropologia, 40: 1–18.
  • Suchman, L. (2011) Sujeito Objetos. Teoria Feminista, 12 (2): 119-145.
  • Suchman, L. (2013) Consumindo Antropologia. A. Barry & G. Bornn (Eds.), Interdisciplinar: Reconfigurações das Ciências Sociais e Naturais, (pp. 141-160). Londres: Routledge.
  • Suchman, L. (2015). Consciência Situacional: Bioconvergência mortal nas fronteiras de corpos e máquinas Media Tropes, V(1), 1-24.
  • Suchman, L. (2016). Configurando o Outro: Sensing War através de Simulação Imersiva. Catalisador: feminismo, teoria, tecnociência, 2(1).
  • Suchman, L., & Weber, J. (2016). Autonomias Homem-Máquina. Em N. Bhuta, S. Beck, R. Geis, H.-Y. Liu, & C. Kreis (Eds.), Sistemas Autônomos de Armas (pp. 75-102). Cambridge, Reino Unido: Cambridge University Press.

Prêmios

Veja também

Referências

  1. ^ a b Adelson, Beth (2003). "Trazendo considerações de ação situada para suportar o paradigma da modelagem cognitiva: a Medalha Benjamin Franklin de 2002 em computação e ciência cognitiva apresentada a Lucy Suchman". Jornal do Instituto Franklin . 340 (3–4): 290. doi : 10.1016/s0016-0032(03)00046-2 .
  2. ^ a b c d e f g h i j k l m "Professor Lucy Suchman" . Universidade de Lancaster . Arquivado a partir do original em 15 de abril de 2019.
  3. ^ "Lucy Suchman" . ICRAC . 3 de julho de 2013 . Recuperado em 22 de janeiro de 2020 .
  4. ^ Suchman, Lucy. "Lucy Suchman" . Futuros de Robôs . Recuperado em 22 de janeiro de 2020 .
  5. ^ "Agências na Interface: Colóquio com Lucy Suchman" . Laboratório de Mídia do MIT . Instituto de Tecnologia de Massachusetts . Recuperado em 25 de novembro de 2012 .
  6. ^ "Mythbusting: Etnografia corporativa e o botão verde gigante" . PARC . 3 de dezembro de 2013 . Recuperado em 26 de dezembro de 2021 .
  7. ^ Bruto, Ana; Suchman, Lucy (30 de setembro de 2021). "Lucy Suchman em conversa com Ana Gross" . Sociológica . 15 (2): 179–185. doi : 10.6092/issn.1971-8853/13414 . ISSN 1971-8853 . 
  8. ^ Buderi, Robert (1 de maio de 1998). "Trabalho de Campo no Escritório Tribal" . Revisão de Tecnologia do MIT . Arquivado a partir do original em 19 de dezembro de 2005 . Recuperado em 26 de dezembro de 2021 .
  9. ^ Suchman, Lucy (1987). Planos e Ações Situadas: O Problema da Comunicação Homem-Máquina . Cambridge: Cambridge University Press. pág. 203.
  10. ^ Suchman, Lucy (2007). Reconfigurações homem-máquina: planos e ações situadas . Cambridge: Cambridge University Press. pág. 314.
  11. ^ "Consciência situacional e adesão ao princípio da distinção como condição necessária para a autonomia legal - Portal de Pesquisa | Lancaster University" . www.research.lancs.ac.uk . Recuperado em 22 de janeiro de 2020 .
  12. ^ "Prêmios SIGCHI 2010" . SIGCHI . Arquivado a partir do original em 1 de julho de 2017 . Recuperado em 11 de outubro de 2011 .
  13. Professora Lucy Suchman será nomeada Doutora Honorária da Universidade de Malmö
  14. ^ "Prêmio Bernal" . Sociedade de Estudos Sociais da Ciência . Recuperado em 9 de outubro de 2014 .
  15. ^ http://www.maastrichtsts.nl/events-surrounding-honorary-doctorate-for-lucy-suchman/ Eventos em torno do doutorado honorário de Lucy Suchman

Links externos

Precedido por Medalha Benjamin Franklin em Computação e Ciência Cognitiva
2002
Sucedido por