consumidor criativo

Um consumidor criativo é definido como qualquer "indivíduo ou grupo que adapta, modifica ou transforma uma oferta proprietária". [1] Os consumidores tradicionais simplesmente usam e consomem produtos e serviços; Os consumidores criativos fazem o mesmo, mas também os modificam de alguma forma.

Exemplos incluem:

Em 2005, The Economist publicou um artigo sobre o futuro da inovação, 'A ascensão do consumidor criativo'. [2] Este artigo explicou que algumas empresas dependem da identificação e alavancagem do potencial de inovação dos consumidores criativos. No entanto, muitas empresas podem se sentir ameaçadas ou chateadas com as ações dos consumidores criativos. Hotz, Avila e Hill receberam reações negativas e, em alguns casos, ameaçadoras, das empresas cujos produtos e serviços haviam reaproveitado.

Berthon et al. propuseram que as empresas podem adotar quatro posturas gerais em relação aos consumidores criativos. [1] Essas posturas são determinadas pelo fato de as ações da empresa em relação a esses consumidores criativos serem ativas ou passivas e se a atitude da empresa em relação a consumidores criativos é positiva ou negativa.

As quatro posturas são:

  • Postura de resistência (ativa/negativa): restringe a criatividade do consumidor
  • Postura desencorajar (passiva/negativa): tolerar ou ignorar a criatividade do consumidor
  • Incentive a postura (passiva/positiva): não facilite ativamente a criatividade do consumidor
  • Habilitar postura (ativa/positiva): facilitar ativamente a criatividade do consumidor

Veja também

Referências

  1. ^ ab Berthon, Pierre R.; Pitt, Leyland F.; McCarthy, Ian; Kates, Steven M. (1 de janeiro de 2007). "Quando os clientes ficam espertos: Abordagens gerenciais para lidar com consumidores criativos". Horizontes de Negócios . 50 (1): 39–47. doi : 10.1016/j.bushor.2006.05.005.
  2. ^ "A ascensão do consumidor criativo" . O Economista . ISSN  0013-0613 . Acesso em 25 de abril de 2016 .

Bibliografia

  • Página, Kelly L.; Pitt, Leyland (1 de novembro de 2011). "Web 2.0, mídias sociais e consumidores criativos: edição especial". Jornal do Comportamento do Consumidor . 10 (6): i–iii. doi : 10.1002/cb.390 . ISSN  1479-1838.